Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/12 às 20h39 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

SEDEST participa de debate em Ceilândia

(31/05/2012 – 19:11)

O Movimento Popular por uma Ceilândia Melhor (Mopocem) realizou, no último sábado (26), o I Ciclo de debate “Combata o crack, preserve a vida”. A iniciativa reuniu aproximadamente 80 pessoas e contou com a presença do Secretário de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda, Daniel Seidel, de Eva Rocha, do Centro de Atenção Psicossocial de Ceilândia (CAPS), do Sargento Ricardo Mariano, do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência da Polícia Militar do DF (PROERD), da orientadora educacional da Escola Classe 35, Maria Aparecida, de Maria de Fátima, do Conselho Comunitário de Ceilândia, de Luciene Velez (Nina) representante do Movimento Retomada, de Nelson Moreira, coordenador da Regional de Ensino de Ceilândia, de estudantes da UnB, da educação de jovens e adultos, além de lideranças dos movimentos sociais de Ceilândia.

Fundado em novembro de 2011, o MOPOCEM, é um movimento popular organizado por líderes comunitários, moradores de Ceilândia que lutam por melhorias nas áreas da educação, moradia, esporte, lazer, saúde, cultura, dentre outras. Maria Madalena Torres, integrante da coordenação coletiva, conta que o grupo se reúne periodicamente, define temas e metas para serem trabalhadas anualmente e que também realizam formações políticas para os participantes.

Durante a abertura do evento foi exibido o vídeo “O problema não é meu”, que fala da importância da sociedade também assumir responsabilidade e contribuir com a solução de problemas coletivos.

O debate também foi espaço para a divulgação de ações e projetos já desenvolvidos em Ceilândia, como o “Nascentes do Sol Nascente”. A iniciativa desenvolvida pela UnB em parceria com escolas e comunidade tem como objetivo a preservação do potencial hídrico e a minimização dos impactos causados pela ocupação humana na comunidade do Sol Nascente. Marize Rocha, estudante de pedagogia da UnB e uma das coordenadoras do MOPOCEM contou que o projeto procura despertar o interesse dos moradores pela conservação dos recursos naturais.

O sargento Ricardo Mariano falou sobre o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). Desenvolvido em Ceilândia com mais de 7.000 jovens, o projeto busca prevenir o uso das drogas e à violência entre crianças e adolescentes. Os instrutores são Policiais Militares voluntários, capacitados pedagogicamente para desenvolver o trabalho nas escolas, em parceria com pais, professores, alunos e comunidade.

Além de escutar as demandas da comunidade de Ceilândia, o Secretário Daniel Seidel teve a oportunidade de falar sobre as ações que estão que estão sendo pensadas e desenvolvidas pelo Governo do Distrito Federal. “Para enfrentar o problema do crack são necessárias inúmeras ações e equipamentos. O Plano Distrital de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas inclui ações de prevenção, cuidado e repressão. A SEDEST está diretamente envolvida na área de cuidado. Para reforçar a estrutura de atendimento serão implantadas novas unidades: Casas de Acolhimento, CRAS (Centros de Referência de Assistência Social); CREAS (Centros de Referência Especializados de Assistência Social), além de dois Centros de Referência Especializados em População de Rua”, completou.

 

 

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 3773-7183