Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/06/15 às 21h02 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

Representantes de embaixadas visitam Restaurante Comunitário da Ceilândia

Comitiva foi até a Ceilândia de metrô, participou de roda de conversa e almoçou no restaurante comunitário, junto à população

Brasília (17/6/2015) – Na manhã desta quinta-feira (17) uma comitiva de diplomatas latino-americanos e caribenhos visitou o Restaurante Comunitário da Ceilândia. A equipe era composta por 15 pessoas, entre embaixadores, secretários e encarregados de negócios das embaixadas da Argentina, Barbados, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Haiti, México, Nicarágua, República Dominicana, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela.

A visita, articulada pela assessoria internacional do governo de Brasília, tinha como objetivo aproximar o corpo diplomático do cotidiano da população, bem como, apresentar programas de governo e políticas públicas que contribuem para o desenvolvimento social dos habitantes.

Foto: Wellington Reis – Ascom/Sedhs
Embaix4

A delegação fez o trajeto até a Ceilândia de metrô. Ao desembarcar na Estação Ceilândia Centro, um ônibus da Companhia do Metropolitano os levou até a sede da Administração Regional da Ceilândia, para uma roda de conversa, com a presença de vários representantes do governo.

O presidente do Metrô, Marcelo Dourado, foi quem abriu os discursos, explicando a mobilidade dos trens e as obras de ampliação das linhas do metrô. Em seguida, o administrador regional de Ceilândia, Vilson Oliveira, explicou os projetos sociais realizados, além de apresentar o cenário socioeconômico e cultural da região. Ele acrescentou que Ceilândia possui um setor de indústria ativo e um comércio variado.

Foto: Wellington Reis – Ascom/Sedhs
embaix1

O Subsecretário de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs), Jefferson Urani, encerrou os discursos apresentando à comitiva os projetos da Sedhs na área de segurança alimentar e nutricional, que visam o direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente. Para isso, conta com programas como os das cestas emergenciais, que são fornecidas às famílias em situação de vulnerabilidade social, solicitadas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), que são divididas em alimentos secos (arroz, feijão, óleo, fubá) e a cesta verde (composta por hortaliças e legumes provenientes da agricultura familiar), e os Restaurantes Comunitários (RCs), que servem comida nutritiva e balanceada ao custo de R$ 1,00.

Foto: Wellington Reis – Ascom/Sedhs
embaix2

Jefferson Urani respondeu aos questionamentos dos presentes e explicou o funcionamento dos RC’s, sua estrutura e importância. O governo constrói e equipa o local onde será o restaurante, depois realiza licitação para escolha da empresa que fornecerá as refeições. Apesar de a administração da empresa ser terceirizada, há servidores da Sedhs em todos os restaurantes para supervisionar os trabalhos e atendimento, bem como, nutricionistas para controle da qualidade dos alimentos oferecidos. “Uma população melhor alimentada estuda melhor, trabalha melhor e produz mais e melhor”, concluiu Urani.

Foto: Wellington Reis – Ascom/Sedhs
Embaix8

Encerrada a roda de conversa, a delegação se dirigiu ao RC da Ceilândia para o almoço. No cardápio, arroz branco, feijão carioca, torta de calabresa, isca de fígado, purê de batata, salada de alface com cenoura, suco de caju e de sobremesa, maçã.

Para o embaixador da Costa Rica, Jairo Valverde Bermudez, o almoço estava muito delicioso, além de muito nutritivo. “É impressionante ver um programa que está tendo bom sucesso, sobretudo pela integração que tem com a agricultura familiar. Acredito ser uma boa prática, do Brasil, que pode ser aprendida por outros países.”

Foto: Wellington Reis – Ascom/Sedhs
Embaix3

“É uma grande obra! Parabéns! Realmente muito interessante! Eu fiquei muito impressionado! E o almoço, muito bom!” Acrescentou Fernando Berguño, secretário da Embaixada do Chile.

Atualmente, existem 13 restaurantes comunitários em Brasília, que oferecem refeições a R$ 1,00 e funcionam de segunda-feira a sábado, de 11 às 14 horas. O cardápio e o endereço completo dos restaurantes podem ser consultados no site da Sedhs. (www.sedhs.df.gov.br)

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 3773-7183