Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/07/21 às 14h44 - Atualizado em 27/07/21 às 14h51

Programa Criança Feliz Brasiliense conclui formação

Cerca de 140 pessoas participaram da ambientação final antes do início da atuação

 

Mais que atuar no desenvolvimento cognitivo da criança durante a primeira infância, o programa Criança Feliz Brasiliense é uma ferramenta voltada à atenção integral à família dentro da política socioassistencial. Com esse foco, a iniciativa do Governo do Distrito Federal (GDF) ampliou a meta de atendimento para 3,2 mil familias das regiões mais vulneráveis.

Prontos para atuar nessa iniciativa, os 140 participantes das equipes de visitadores e da execução do programa se reuniram nesta quinta-feira (22). Durante o encontro, debateram questões acerca do serviço, bem como questões relativas a benefícios, demais programas e a atuação das unidades socioassistenciais.

 

“Essa ambientação é fundamental para que os visitadores possam chegar às casas das famílias e, além do desenvolvimento da criança, consigam identificar outras vulnerabilidades daquele núcleo familiar”, destacou a secretária de Desenvolvimento Social substituta, Ana Paula Marra.

As equipes, além dessa última ambientação, passaram por uma capacitação para o serviço, onde absorveram e trocaram conhecimento no que diz respeito ao atendimento familiar e desenvolvimento infantil.

 

Mesmo em meio à pandemia de covid-19, o Criança Feliz Brasiliense fez 27.645 atendimentos no ano passado. Voltado para gestantes e famílias com crianças de até três anos, ou seis anos no caso de cadastro no Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou existência de medidas protetivas, o programa promove a atenção e o apoio à família, fortalecimento de vínculos e estímulo ao desenvolvimento infantil.

 

O programa vai além do acompanhamento das famílias. Diversas políticas públicas, em áreas como educação, saúde e cultura, têm sido articuladas em torno da atenção à primeira infância.

Um dos visitadores, o pedagogo Marcilio Alves, 33 anos, acredita que, “por meio do programa é possível transformar a vida nao apenas da criança, mas da família”. Vamos dar acesso à informação sobre os direitos delas”, conta.

 

Por meio de um termo de colaboração entre a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e o Instituto de Educação, Esporte, Cultura e Artes Populares (Iecap), executor do programa, o Criança Feliz Brasiliense vai atender, agora, 16 regiões administrativas: Paranoá, São Sebastião, Itapoã, Varjão, Brazlândia, Fercal, Sobradinho, Planaltina, Ceilândia, Estrutural, Taguatinga, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Samambaia, Recanto das Emas e Santa Maria.

 

Da Agência Brasília

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 3773-7183