Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/02/13 às 21h38 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

Parceria entre UCB e Sedest promove o diálogo e a cidadania

SED 4055

A Universidade de Católica de Brasília (UCB), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest), realizou, no último sábado (02), o Dia da Cidadania, onde abriu seus portões para estudantes, professores, funcionários, cooperativas de catadores de materiais recicláveis e comunidade participarem da Aula Magna de Cidadania.

No evento foram abordados assuntos relevantes para a vida e para a organização da sociedade, no que diz respeito à reciclagem e aos resíduos produzidos no Distrito Federal. O objetivo foi pensar alternativas para a seleção, reciclagem e uso dos resíduos produzido no DF, além de viabilizar estratégias concretas para colaborar nas diferentes necessidades e implicações para a sociedade do Distrito Federal.

A Sedest realizou diversas atividades, entre elas, aulas de educação financeira; reuso e reciclagem para customização de roupas; oficina de enfrentamento e sensibilização e sobre formas de trabalho infantil; técnicas de desmonte e separação de teclados, monitores e gabinetes de informática; noções de prevenção de acidentes, além da apresentação de dois curtas-metragens sobre o fechamento do Lixão de Gramacho, no estado do Rio de Janeiro.

O Secretário de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda, Daniel Seidel, participou da Mesa de Debates sobre o Fechamento do Lixão da Estrutural e elogiou a iniciativa da Universidade Católica de Brasília de realizar a abertura do ano letivo de 2013 com a Aula Magna da Cidadania. “Esta ação abrirá espaços para uma categoria profissional que passou décadas na invisibilidade. No DF iniciamos uma árdua luta para acabar com a exclusão, com a miséria e com a pobreza. Nessa caminhada, uma das pautas que mais me emociona é a questão dos catadores, que reivindicam a manutenção e a qualificação de seus postos de trabalho na reciclagem, conforme estabelece a Politica Nacional de Resíduos Sólidos, em vigor desde 2010. Estamos vivendo uma nova realidade no DF, abrindo permanentemente diálogo com a sociedade civil e aprendendo com o saber popular, integrando ações com as diferentes esferas de governo e com a academia”, disse.

Sebastião Santos, ex-catador do Lixão de Gramacho, foi um dos convidados que compuseram a mesa. O líder comunitário falou da experiência vivida pelos catadores do lixão, fechado após 35 anos de existência e também o primeiro a indenizar trabalhadores por tempo de serviço prestado. Tião, como é conhecido, comentou a expectativa sobre a Aula Magna. “Estou aqui para contar a nossa experiência no Lixão de Gramacho, as nossas conquistas, como a indenização quando o lixão foi fechado, e a luta para que os catadores tivessem acesso às políticas públicas. Esse grande bate-papo é para mostrar que a nossa conquista não é nada excepcional. O lixão em Gramacho foi o primeiro a reconhecer e pagar os direitos daqueles que por tanto tempo trabalharam e se doaram naquele lugar, mas, a nossa luta tem que ser para que políticas sejam ofertadas para todos, e isso depende da união e da formação dos catadores. Eventos como este têm como prioridade esclarecer e informar sobre a garantia de direitos”, ressaltou Tião, também protagonista do documentário “Lixo Extraordinário”, de Vik Muniz.

Lixo Extraordinário

“Lixo Extraordinário” é um documentário, lançado em 2009, que relata o trabalho do artista plástico brasileiro Vik Muniz com catadores de material reciclável em Jardim Gramacho, bairro de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. A obra teve como proposta chamar a atenção para os problemas ambientais do lixo e para a questão social das condições de trabalho dos catadores do Lixão de Gramacho. O objetivo foi dar voz e visibilidade aos catadores, retratados como personagens com montagens gigantes feitas de resíduos do próprio aterro. O documentário foi indicado ao Oscar em 2011. 

 

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 3773-7183