Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/04/15 às 14h47 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

Sedhs visita o Centro de Convivência Parada

Usuários apresentaram reivindicações para melhorias na unidade

Brasília (25/04/2015) – Com o objetivo de ouvir as reivindicações dos usuários, o secretário de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs), Marcos Pacco, visitou o Centro de Convivência Parada (Cose Parada) em Taguatinga.

Há mais de vinte anos, a comunidade usa o espaço e é ela própria que ajuda a dar manutenção ao local, que recebe uma média de 2 mil atletas por mês, nas atividades de: futebol de campo, futebol de salão, vôlei, futebol society, natação, handebol, pólo aquático, tênis de mesa, jogos de salão e atividades lúdicas.

Na ocasião, o chefe do Cose, Rubens Bezerra, expôs algumas necessidades de reforma do espaço como a iluminação do ginásio, a pintura da quadra poliesportiva, a reforma de dois campos de grama sintética e a construção de vestiários.

Guedes Fernandes, que está no Cose Parada há 27 anos, falou dos anseios da comunidade. “Precisamos dos olhos do governo dentro desse espaço, porque temos carências de muitas coisas.”

O secretário Marcos Pacco afirmou se empenhar em trazer melhorias ao local. “Temos todas as unidades fotografadas e isso, inclusive, será entregue ao governador num relatório. Eu me comprometo a estudar o orçamento, buscar uma relação intersetorial e tentar, também, algum recurso com o setor privado. O que posso dizer é que a pintura da quadra poliesportiva será a prioridade”.

Na unidade há o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), que é oferecido pela Sedhs, por meio de atividades em oficinas intergeracionais, ou seja, crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos.

A visita teve efeito positivo e um dos usuários do Cose, Sidney de Sousa Amorim, agradeceu em nome de todos os presentes “queremos agradecer, como comunidade, a sua visita. Estou aqui há anos e nunca vi um trabalho assim. Esta é a primeira vez que um Secretário de Estado conversa com a comunidade”, finalizou. 

                            Foto: Wellington Reis – ASCOM/SEDHS
IMG 4538-2

Parceria

Desde 2013 o espaço do Cose é compartilhado com o CID-Paralímpico, que desenvolve o trabalho de inclusão dos socioeducandos com as crianças. São dois socioeducadores do Cose e dois professores do CID Paralímpico.

“O CID-Paralímpico nunca teve esta abertura. O Cose Parada disponibiliza o transporte para os usuários das atividades. Sem o transporte tínhamos apenas 17 usuários. Com o transporte temos, atualmente, mais 49 usuários. Essas pessoas precisam desse incentivo e pretendemos aumentar para 120 usuários”, disse a professora Cláudia Dionice.

O CID-Paralímpico é um programa da Secretaria de Educação do DF (SEDF), na forma de atendimento complementar especializado, voltado para a iniciação e vivência em modalidades esportivas adaptadas.

O programa é destinado à crianças, jovens e adultos com deficiência visual, auditiva, física e intelectual ou com necessidades educacionais especiais matriculados na rede pública de ensino e/ou conveniadas. O objetivo desse programa é trabalhar na perspectiva de colaboração, com o processo de inclusão, por intermédio da prática esportiva adaptada.

O programa CID-Paralímpico existe em todas as regionais de ensino com as seguintes modalidades: natação, tênis de mesa, bocha, badminton, futebol e atletismo. “, finalizou o professor, Létisson Samarone.

                             Foto: Wellington Reis – ASCOM/SEDHS
IMG 4555-2
 

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 3773-7183