Governo do Distrito Federal
24/03/22 às 13h18 - Atualizado em 24/03/22 às 13h18

Integração dos programas de segurança alimentar e dos benefícios socioassistenciais atendem melhor o cidadão

 

A vulnerabilidade social é uma realidade identificada pelas equipes da Atenção Primária à Saúde. Os agentes conhecem de perto a rotina das famílias que acompanham. E para conscientizar esse público sobre os seus direitos sociais, os servidores da Secretaria de Saúde passaram a ser capacitados sobre os benefícios oferecidos pelo Governo do Distrito Federal.

 

A ideia é que os profissionais conheçam as iniciativas, tanto da própria Pasta quanto da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), e possam fazer o encaminhamento adequado a programas como Prato Cheio, Cesta Verde, Cesta Emergencial e restaurantes comunitários, além dos benefícios socioassistenciais que são conduzidos pela Sedes, como o Auxílio Brasil.

 

Atualmente no DF funcionam 14 Restaurantes Comunitários que oferecem as refeições ao custo de um real para a comunidade – Foto: Renato Alves – Agência Brasília

 

“Queremos estimular a intersetorialidade entre as políticas públicas”, explica Priscila Nolasco, gerente de serviço social da Secretaria de Saúde. Para isso, o treinamento on-line é oferecido por meio de parceria entre as as duas Pastas. A meta é capacitar, preferencialmente, os servidores das equipes de Saúde da Família e dos Núcleos Ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB), além de profissionais dos Núcleos de Serviço Social e Núcleos de Atenção Domiciliar. Mais de 200 já passaram pelos encontros.

 

“Nós chamamos pessoas que lidam com esses temas justamente para fortalecer a rede”, acrescenta a nutricionista Sumara de Oliveira, da Gerência de Apoio à Saúde da Família. Os encontros têm ocorrido ao longo do mês de março, um para cada região de saúde. Nessas reuniões, os participantes recebem orientação sobre os programas da Sedes e da Secretaria de Saúde, por meio da plataforma EducaSES.

 

“É importante que os servidores do governo, independente da Pasta, saibam orientar um cidadão ou uma família que esteja em situação de vulnerabilidade, ainda mais com tantas fake news sendo veiculadas de forma irresponsável, o que acabam prejudicando inúmeras pessoas. Por isso, essa parceria com a Secretaria de Saúde se torna importante para que as informações sobre as ações, serviços, programas e benefícios socioassistenciais sejam disseminadas de forma correta e com transparência”, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

 

Claudiana de Assis conta com o benefício do Prato Cheio para comprar o leite para os filhos. Foto – Renato Raphael – Sedes

 

Michele Martins, assistente social lotada na Gerência de Serviço Social da Secretaria de Saúde, afirma que a integração das políticas públicas é fundamental para reduzir a pressão sobre o sistema de saúde. “A insegurança alimentar recai sobre o Sistema Único de Saúde”, resume.

 

Por isso, os encontros têm como principal foco os projetos de segurança alimentar e nutricional. A nutricionista Karistenn Brandt, da Gerência de Serviços de Nutrição, lembra que a pandemia ampliou problemas como obesidade, desnutrição, doenças crônicas e carências nutricionais. “Urge a necessidade de agirmos nesses determinantes de saúde fortalecendo as ações” reforçou.

 

 

 

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 162
Governo do Distrito Federal