Governo do Distrito Federal
19/10/22 às 15h22 - Atualizado em 20/10/22 às 9h42

Atendimento agendado facilita acesso a serviços do Cras

Unidades assistenciais começaram a implantar uma nova modalidade de marcação do retorno das famílias

 

Desde o fim de agosto, as unidades do Centros de Referência de Assistência social (Cras) implantaram o chamado agendamento mensal. Essa nova metodologia consiste em agendar 80% das famílias para atendimento no decorrer dos próximos 30 dias. As demais vagas são disponibilizadas de segunda a sexta-feira pelo Disque 156 e pelo site da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) a partir das 9h. Por meio desse modelo de atuação foi possível fazer 37.594 atendimentos apenas no mês de setembro.

 

“Optamos por essa metodologia com o objetivo de evitar que as pessoas passem mais tempo que o necessário nas portas das unidades e para que não saiam sem ter a certeza de quando serão atendidas pelas equipes socioassistenciais”, explica a secretária adjunta de Desenvolvimento Social, Renata Marinho O’Reilly Lima.

Essa modalidade de atuação começou em caráter experimental pelo Cras Estrutural, em agosto. Posteriormente, a partir de 12 de setembro, as demais unidades foram implantando o modelo de forma gradual.

 

O DF possui 29 unidades do Cras, que atendem famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade e risco social | Foto: Paulo H Carvalho/Agência Brasília

Ainda conforme explica a gestora, com o retorno programado, as famílias tendem a levar todas as demandas de uma só vez, o que otimiza o atendimento. Anteriormente, as pessoas eram atendidas e, por falta de alguma documentação ou informação, acabavam voltando para a fila pouco tempo depois.

A demanda espontânea na frente de algumas unidades ainda ocorre. Porém, deixou de ser constante e passou a ser concentrada no dia em que se abre o agendamento até que as vagas se esgotem. “Novas metodologias estão em estudo com o objetivo de proporcionar, cada vez mais, um atendimento qualificado e digno às famílias”, destaca a secretária adjunta.

 

As datas previstas para o agendamento ficam afixadas nas portas das 29 unidades do Cras espalhadas pelo Distrito Federal, sendo, geralmente, na primeira ou segunda semana do mês.

O Cras é uma unidade pública de assistência social, do Sistema Único de Assistência Social, que se destina ao atendimento de famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade e risco social.

 

Apesar de ser associada, de maneira equivocada, a um local onde exclusivamente se preenche o Cadastro Único, o Cras presta um trabalho bem mais amplo, pois atende toda a população em situação de vulnerabilidade e risco social por meio do serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), pelo qual as pessoas podem acessar serviços, benefícios, programas e projetos socioassistenciais.

 

“O Cras é a porta de entrada para o cidadão acessar a proteção social básica, assim como outras políticas públicas”, define a secretária adjunta de Desenvolvimento Social.

A unidade é referência territorial para famílias ou indivíduos que passam por situações de inseguranças, fragilidades, ausência de renda, pobreza e dificuldades de acesso aos serviços públicos.

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 162
Governo do Distrito Federal