Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/12 às 19h47 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

As famílias extremamente pobres do Distrito Federal poderão ter sua renda per capita elevada para R$100,00

(13/01/2012 – 21:12)

Com a aprovação da Lei nº 4.737, de 29 de dezembro de 2011, as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família (PBF) receberão uma suplementação, com recursos do Governo do Distrito Federal, podendo ter sua renda per capita elevada para R$100,00, com limite máximo de R$ 300,00 por família.

Com previsão para ser implementada a partir de fevereiro deste ano, pois depende de regulamentação, 50 mil famílias que já estão inseridas no PBF receberão a suplementação.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest), em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) fez uma projeção de 150 mil pessoas elegíveis para receber a suplementação do PBF. O impacto dessa suplementação no orçamento do Distrito Federal será de cerca de R$ 123 milhões por ano.

As famílias que recebem Bolsa Escola ou Bolsa Social pelo BRB devem procurar o CRAS mais próximo de sua casa, com urgência, para fazer a atualização cadastral e poder receber a complementação da renda, observados os critérios do PBF. O agendamento para o cadastramento também pode ser feito no 156.

O MDS considera que, com essa lei de suplementação do PBF, o DF será a primeira unidade da federação a superar, por meio da transferência de renda, a extrema pobreza.

Mais informações

ASCOM/SEDEST

39614598/4538

www.sedest.df.gov.br

 

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 3773-7183