Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/11/18 às 19h58 - Atualizado em 12/11/18 às 16h07

Parceria entre Sedestmidh e Detran que dar mais segurança a pedestres

COMPARTILHAR

 

Um cuidado a mais com as pessoas em situação de rua, muitos invisíveis em meio ao trânsito do Distrito Federal. Uma ação educativa do Detran em parceria com a Sedestmidh tem levado esclarecimentos e material de segurança aos atendidos pelas unidades da Secretaria.

 

Na sexta-feira (9), os Centros Pops da 903 Sul e Taguatinga foram visitados pela equipe do Detran. No domingo (11), foi a vez da Unidade de Acolhimento para Adultos e Família (UNAF) do Areal. O projeto se chama “Pedestre Seguro, Pedestre visível”. A subsecretária de assistência social Kariny Alves e o diretor de serviços de acolhimento Alisson Oliveira prestigiaram a ação.

 

Pulseiras reflexivas e sacolas, ambas fosforescentes, foram distribuídas a todos frequentadores. Antes, uma breve palestra. Orientações para esses que passam os dias na rua e que já correram riscos de atropelamento. Todos os atendidos pelas 3 unidades da Sedestmidh receberam o kit do Departamento de Trânsito.

“O nosso material contribui para tornar o pedestre mais visível. E para a população de rua é muito importante, pois eles caminham bastante pela cidade, usam a bicicleta. À noite, principalmente, traz mais segurança para eles e para o motorista”, explica Tiago Moreira, Gerente de Ações Educativas do Detran.

 

“Temos que diminuir os indicadores de vítimas fatais de atropelamento no trânsito do Distrito Federal”, justifica.  Até o início de novembro, segundo as estatísticas do Detran, 270 pessoas morreram em consequência de atropelamento nas ruas do DF, sendo 105 pedestres (39%), e maioria com idade acima dos 45 anos: “É uma excelente inciativa, pois o pedestre precisa ser visto e identificado quando andar pela rua”, comenta Hana Daher, assistente social há oito anos na UNAF do Areal.

 

No Centro Pop da Asa Sul, a ação educativa também foi bem recebida. Ramon Silva, 27 anos, acompanhou a palestra até o final. Diariamente no Centro Pop, circula bastante pela cidade onde lava e vigia carros. Com ensino fundamental completo, era um dos mais interessados e agradeceu.

 

“Legal se preocuparem com a gente. Já vi amigo ser atropelado, ou o carro pegar a bicicleta. Vou passar a usar de noite a sacola”, garantiu. Os servidores do Detran ressaltaram que mais visitas serão feitas nas unidades, e retornarão para reforçar a importância do uso do material.

 

Por: Rafael Secunho e Carlos Britto