Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/15 às 19h05 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

Sedhs realiza qualificação para servidores das Unidades de Acolhimento

COMPARTILHAR

Ação foi uma iniciativa da coordenação da Unidade de Acolhimento para Adultos e Famílias (UNAF-Areal), em parceria com núcleos da Saúde.

Brasília (01/10/2015) – Os servidores das unidades de acolhimento da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs) participaram de palestras de capacitação sobre endemias como Tuberculose e Hanseníase. A ação ocorreu na manhã desta quinta (01), no Centro de Treinamento e Capacitação da Sedhs (CTC), no Guará.

Enfermeiras do Núcleo de Pneumologia Sanitária – Tuberculose e do Núcleo de Hanseníase, ambos da Secretaria de Saúde, ministraram palestras para os servidores. Elas destacaram a importância de identificar os sintomas e realizar o encaminhamento dos usuários ao serviço de saúde, para o tratamento adequado.

Edson Gês – Ascom/Sedhs
ctc1

As palestrantes ainda frisaram que o trabalho de prevenção é sempre o melhor caminho, mas que o tratamento para cura das endemias é possível, principalmente, quando há um diagnóstico precoce. Além disso, é necessário que haja uma desmitificação dessas doenças, pois o preconceito em relação a elas ainda é muito forte, o que acaba dificultando o acesso ao tratamento.

Daniel Bonazzi, assessor técnico da UNAF-Areal, foi um dos articuladores responsáveis pela parceria com os núcleos de saúde. Para ele, é essencial o trabalho conjunto, permanente, para atender melhor os usuários. “Primeiro, precisamos qualificar o servidor, para depois trabalharmos ações com os acolhidos”, concluiu.

Edson Gês – Ascom/Sedhs
ctc3

A enfermeira Lindivânia Brandão elogiou a iniciativa, ressaltando a importância dos servidores da Sedhs participarem de capacitações. “Eles atendem uma população muito vulnerável e é importante que estejam bem orientados, assim, eles podem identificar precocemente e tratar com mais êxito”, disse.

Lindivânia ainda falou sobre participação ativa dos presentes. “Os servidores interagiram muito bem. Fizeram perguntas muito pertinentes, muitas perguntas da prática, do que eles vivenciam, o que enriqueceu muito as palestras”, afirmou.

Edson Gês – Ascom/Sedhs
ctc2

A tuberculose e a hanseníase são doenças infecciosas, causadas por bactérias e transmitidas pelas vias respiratórias. Muitas pessoas desconhecem que são portadoras dos bacilos transmissores e acabam disseminando a enfermidade. Outras vezes, por acharem que estão curados, abandonam o tratamento antes do fim. São doenças graves, mas são curáveis se tiverem o tratamento adequado e precoce.