Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/09/15 às 22h09 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

Celebração pelo Dia Mundial da Alimentação

COMPARTILHAR

O evento, celebrado anualmente, visa promover debates sobre alimentação adequada e combate à fome no mundo.

Brasília (16/9/2015) – O Dia Mundial da Alimentação foi comemorado, ontem (15), em cerimônia de celebração no auditório do anexo I do Palácio do Planalto. Com o tema “Proteção Social e Agricultura: quebrando o ciclo da pobreza rural”, o evento abordou as estratégias e iniciativas que reforçam a agricultura familiar agregada ao combate à insegurança alimentar e nutricional.

Fotos: Wellington Reis – Ascom/Sedhs
aaaaa

O Dia Mundial da Alimentação foi instituído em 16 de outubro de 1981, com o objetivo de promover reflexões sobre a alimentação mundial e, principalmente, sobre a fome no planeta. É celebrado anualmente, para que as nações possam mobilizar ações de erradicação da fome.

No Brasil, o Governo Federal busca estimular Estados e Municípios a desenvolverem atividades, envolvendo representantes dos governos e população, para debaterem sobre a temática da fome, pobreza e desnutrição, bem como, encorajar a população, especialmente a rural, a tomar decisões que influenciem em melhores condições de vida e alimentação.

Fotos: Wellington Reis – Ascom/Sedhs
foto

A Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs), responsável pelas políticas de Segurança Alimentar e Nutricional e de Assistência Social, tem efetivado programas que viabilizam a proteção social, enfrentando as vulnerabilidades econômicas, ambientais e sociais para reduzir a insegurança alimentar e, consequentemente, a pobreza.

O secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Marcos Pacco, falou sobre a importância do investimento no setor da agricultura, principalmente, a agricultura familiar. “Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), cerca de 70% do que chega às mesas dos brasileiros provém da agricultura familiar, o que reafirma a importância do investimento no setor”, afirmou.

Além do chefe da Sedhs, participaram do evento o representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) no Brasil, Alan Bojanic, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, a presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar (CONSEA/Nacional), Maria Emília Lisboa Pacheco, entre outros.