Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/10/18 às 11h42 - Atualizado em 7/11/18 às 11h58

SEDESTMIDH assina termos de colaboração para o atendimento de pessoas vulneráveis

COMPARTILHAR

 

A assinatura dos Termos de Colaboração foi no Palácio do Buriti, nesta quinta–feira , (23) e oficializou a parceria entre a Sedestmidh e seis organizações voltadas à ações sociais.

 

Essa medida permitirá que um número maior de pessoas em situação de necessidade extrema sejam atendidas com mais rapidez e com a qualidade exigida.

 

As instituições atuam: no Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes na Modalidade Casa Lar; Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Crianças e Jovens entre 0 a 17 anos; Serviço de Acolhimento em Famílias Acolhedoras; de Pessoas Idosas  na modalidade Abrigo e no Serviço de  Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias para Casa Passagem.

 

Os repasses de recursos serão feitos pela própria secretaria de Desenvolvimento e Ações Sociais e vão contemplar as seguintes instituições, com repasses anuais ao longo dos próximos  cinco anos.

 

O Coletivo da Cidade, Estrutural (DF), receberá, por 60 meses R$ 1.792.800,00 para atender 100 Crianças e Adolescentes. Atua prioritariamente no fortalecimento de vínculos no contra turno escolar, oferecendo alternativas artísticas e educativas como meio de transformação social.

 

Coracy, representante do Programa da Estrutural disse que é fundamental essa parceria para a Instituição que recebe crianças e adolescentes de extrema vulnerabilidade. Elogiou a sensibilidade de Ilda Peliz. “Até o final do ano não teria mais recursos para manter o projeto social”.

 

 

O Centro Espírita Irmão ÁureoCEIA, que desde 1985 desenvolve ações de Acolhimento, terá o repasse de R$ 3.014.325,00 e vai assegurar 20 vagas para Crianças e Adolescentes na modalidade Casa Lar.

 

Joaquim Pedro da Silva, comemorou  o acordo. Disse que não contava com esse incentivo do governo há muitos anos: “para nós, será um salto de qualidade no trabalho. Ampliaremos o amparo a todos”.

 

A Casa do Ceará de Brasília, referência pelos serviços médicos e odontológicos de baixo custo e com qualidade e cursos profissionalizantes, além do serviço de Pousada aos Idosos,  vai receber R$ 833.850,00. E vai atender 7pessoas idosas; algumas com dependência.

 

Osmar Alves de Mello comentou que nos 55 anos de funcionamento, apenas uma vez conseguiu firmar um convênio com o governo e foi na época quando exerceu o cargo de secretário. “Sem dúvida, posso comemorar”, dizia o gestor da Casa.

 

As unidades Aldeias Infantis SOS de Brasília, que atendem crianças  em risco ou, na iminência de abandono físico e emocional  da família, poderão  atender, 20 Crianças e Adolescentes, mediante  parceria com a Sedestmidh. Serão repassados R$ 2.967.950,40.

 

Patrícia Andrade comentou que estavam na perspectiva de encerrar os trabalhos no final do ano. “Agora, conseguimos não só manter como ampliar a meta de atendimento. De 10 passaremos para 20 atendimentos”, comemorou Patrícia Andrade.

 

O Instituto Inclusão de Desenvolvimento e Promoção Social, uma associação privada que existe desde 2002 e atua nas áreas de direitos sociais,  acolhimento e inclusão  de adultos e famílias e  trabalha na modalidade de Casa de Passagem. Poderá atender 100 pessoas  enviadas pela Secretaria de governo.  E para executar as ações, por cinco anos, terá o repasse de R$ 10.560.840,00.

 

Tamires de Souza  comentou  que há três anos tentava esse convênio agora firmado.

“O acolhimento de pessoas em situação de rua nos pedia isso. Vamos fazer um serviço bem feito e com qualidade”, se comprometeu a gestora do Instituto.

 

O Abrigo dos Excepcionais  -AEC, de Ceilândia, também foi alcançado por esse convênio. Com 50 pessoas entre Jovens e Adultos, com deficiência, muitos deles dependentes. O Instituto  receberá  R$ 10.118.040,liberados em pagamentos anuis  de R$ 2.023.608,00

 

Em breve, o Grupo de Apoio e Convivência Familiar e Comunitária, Aconchego,  também poderá ser alçando por essas ações de parceria.

 

Está em fase de aprovação e a destinação de recursos para assegurar  o repasse ao longo de cinco anos de

R$ 3. 709.944,00. Na modalidade Casa Acolhedora , no projeto Família Acolhedora,   20 Crianças e Adolescentes poderão ter, definitivamente,  um lar.

 

A secretária de Estado, Ilda Peliz agradeceu o empenho do governador Rodrigo Rollemberg e enalteceu a importância de cada uma das Instituições, agora, colaboradoras e parceiras.

 

“Na área  de assistência fomos muito  além porque essa ação era muito aguardada pelos nossos usuários. Para a política de Assistência Social do Distrito Federal é muito significativo este Termo de Cooperação, comemorou a Secretária Adjunta de Desenvolvimento Social, Marta Sales.