Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/03/13 às 18h49 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

Sedest realiza Seminário sobre Convivência e Fortalecimento de Vínculos

COMPARTILHAR

Formação Continuada dos Servidores do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

DSC 2989

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda realizou, nesta quarta-feira (27), Seminário sobre Convivência e Fortalecimento de Vínculos na Assistência Social. A atividade reuniu aproximadamente 130 pessoas, entre educadores sociais, pedagogos, técnicos em assuntos educacionais, técnicos em educação física e chefes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Sedest.

O Seminário teve como objetivo capacitar servidores que atuam no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para a ação socioeducativa, aprofundando conceitos como “Convivência” e “Vínculo” no contexto da Assistência Social, promover a compreensão da importância do papel de cada servidor enquanto profissional da assistência social e contribuir para a melhoria na qualidade do Serviço ofertado.

DSC 3127

O evento contou com a participação de Abigail Silvestre Torres e Stela da Silva Ferreira. As profissionais convidadas são referência em pesquisas na temática proposta e atuaram no Ministério do Desenvolvimento Social como colaboradoras da proposta de concepção de convivência que subsidiará as orientações para o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Ministério.

A abertura da atividade teve a presença do Secretário de Desenvolvimento Social e Transferência, Daniel Seidel, da Subsecretária de Assistência Social, Adriana Carvalho, da Chefe de Divisão de Órgãos Colegiados, Marlene Azevedo e da Diretora de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Patricia Kopp.

DSC 3165

Adriana Carvalho conta que a atividade faz parte da proposta da Sedest de formação continuada dos servidores por meio da abordagem de conceitos fundamentais e da aproximação entre as dimensões teórica e prática. “A formação de nossos servidores é fundamental para que os objetivos estabelecidos pelo Serviço de Convivência sejam alcançados. Nosso objetivo é proporcionar condições para a atuação socioeducativa mais consciente, esclarecida e fundamentada”, disse.