Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/09/12 às 14h48 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

SEDEST promove capacitação de entrevistadores para qualificar a identificação e o atendimento das famílias de baixa renda

COMPARTILHAR

(31/03/2011 – 16:39)

    

Nesta semana, de 29 de março a 1º de abril, a SEDEST realiza a Capacitação Novos Formulários do CadÚnico – Entrevistadores, destinada a 75 servidores vinculados aos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Centro de Referências Especializados de Assistência Social (CREAS) e Núcleo Especializado de Abordagem Social (NUASO) que atuarão como entrevistadores junto às famílias em situação de vulnerabilidade residentes no Distrito Federal. O curso acontece na Escola de Aperfeiçoamento de Profissionais da Educação (EAPE/SEDF), localizada na 907 Sul. A abertura oficial da capacitação ocorreu nesta segunda (28), no Centro de Treinamento e Capacitação da SEDEST (CTC).

A Capacitação Novos Formulários do CadÚnico – Entrevistadores é realizada por 3 servidores da Subsecretaria de Transferência de Renda – SUTRAR/SEDEST, capacitados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), entre os dias 14 e 18 de março deste ano. São 18 instrutores que constituem uma equipe permanente da SUTRAR de capacitação que irá oferecer suporte às unidades da SEDEST no acompanhamento das ações de cadastramento e atualização cadastral de dados, bem como avaliação e monitoramento de cadastros.

Os entrevistadores serão formados para coletar os dados do Novo Formulário do Cadastro Único, que permite identificar melhor as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, população em situação de rua, pessoas sem registro civil de nascimento e famílias cujas crianças estão em situação de trabalho. Essa capacitação visa promover o desenvolvimento de um olhar social qualificado sobre as famílias para o reconhecimento das vulnerabilidades das mesmas.

É importante lembrar que neste ano, o Distrito Federal vai receber a nova versão do Cadastro Único (versão 7) para Programas Sociais. Por isso, a capacitação dos servidores da SEDEST é fundamental para que as famílias em situação de vulnerabilidade tenham acesso às políticas públicas sociais e possam sair da situação de vulnerabilidade. Essa capacitação é obrigatória e ocorre em todo o Brasil.