Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/09/12 às 20h27 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

Sedest apoia Projeto “Mulheres na Construção”

COMPARTILHAR

(07/10/2011 – 14:59)
 

A Secretária de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda, Arlete Sampaio, participou, na manhã desta terça-feira, 04/10, da assinatura do Termo de Cooperação Técnica com o Ministério da Integração Nacional, o Instituto Federal de Brasília (IFB), a Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon/DF) para realização do Programa “Mulheres na Construção”, coordenado pela Sudeco, vinculada ao Ministério da Integração Nacional. O Projeto “Mulheres na Construção” oferecerá cursos de capacitação profissional com garantia de inserção dos participantes no mercado de trabalho por meio de contrato temporário em caráter experimental.

Durante o discurso, a Secretária enfatizou a importância da profissionalização das mulheres. “Há poucos meses lançamos o DF Sem Miséria, o qual mostra que 25% das famílias brasilienses são chefiadas por mulheres. Elas também se colocaram no mercado de trabalho em áreas que antes eram consideradas exclusivamente dos homens e essa qualificação será importante, pois sabemos que o nosso povo, quando tem uma oportunidade, agarra e vai em frente”, afirmou a Secretária.

O Ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, também falou da importância da qualificação “aqui são parceiros que se juntam para um esforço conjunto que são os cursos, isso já é um passo importante para geração de renda e emprego, e esse Termo de Cooperação marca uma evolução”.

Além do Ministro e da Secretária, também assinaram o documento o Presidente da Sinduscon/DF, o reitor do Instituto Federal de Brasília, Wilson Conciani e o diretor-presidente da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste, Marcelo Dourado. Estiveram presentes à cerimônia a Subsecretária da Mulher de Brasília e as deputadas federais Marina Santana e Érika Kokay, entre outras autoridades.

A Superintendência da Sudeco, que investirá R$ 1,3 milhão no projeto, explica que o diferencial dos cursos é que eles irão além do ensinamento técnico, ofertando informações sobre economia solidária, cidadania e direitos da mulher como, por exemplo, a Lei Maria da Penha. Os três eixos do curso são o humanístico (20 horas/aula); instrumental (40 horas/aula); e técnico (140 horas/aula).

Os cursos serão ministrados pelo Instituto Federal de Brasília (IFB) e cada participante receberá, no decorrer das aulas, uma Bolsa de Iniciação ao Trabalho, no valor de R$ 200/mês, para custear as despesas com deslocamento e alimentação.

Serão 10 turmas em Samambaia: 5 de ladrilhista e azulejista, e 5 de pintura; e 5 turmas na Unidade Móvel em Águas Lindas, para formação na área de pintura. A primeira etapa do Projeto visa à capacitação técnica de 440 pessoas na construção civil na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride), sendo 75% das vagas destinadas a mulheres.

As inscrições para o curso acontecerão a partir de dezembro e poderão ser feitas através do portal do Instituto Federal de Brasília. As aulas começam em fevereiro de 2012.

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 3773-7183