Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/09/20 às 21h22 - Atualizado em 14/09/20 às 21h24

Sedes inicia a reestruturação do Comitê Interno de Governança Pública

COMPARTILHAR

Comitê vai estabelecer medidas para tornar mais eficiente e transparente fluxo de trabalho da gestão da Sedes

 

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) iniciou no dia 3 de setembro a reestruturação do seu Comitê Interno de Governança Pública do órgão, instituído pelo decreto nº 39.736/19 para assegurar às secretarias boas práticas de governança e transparência. Cada Comitê deve ser composto pelo secretário de Estado, pelos subsecretários e representantes da Assessoria de Gestão Estratégica e Projetos.

 

Na reunião coordenada pela secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, os quatro subsecretários e representantes das assessorias do gabinete explicaram as funções de cada unidade e os desafios neste contexto de pandemia da Covid-19.

 

Com base no relato de cada área será estruturado um plano de gestão para melhorar os fluxos internos de trabalho dentro da Sedes.

 

“Nesses cinco meses à frente da Sedes, nossa equipe conseguiu realizar várias ações importantes. Mas sempre podemos melhorar ainda mais o nosso trabalho. Melhorar de forma a traçar estratégias para minimizar os problemas e otimizar o serviço que é ofertado à população, mas sempre dentro da legalidade”, destaca a secretária Mayara Rocha.

 

O início da reunião contou com a participação de representantes da Controladoria-Geral do Distrito Federal que apresentaram sugestões de um planejamento estratégico para Secretaria, como a divulgação das agendas das autoridades do órgão, instituir mecanismos de auditoria interna, e a criação de um código de ética e conduta para os servidores e gestores, de um programa de integridade do órgão e de um sistema de gestão de riscos.

 

“São pequenas ações que vocês percebem no dia a dia de vocês, trazendo para o Comitê. E, a partir daí, vão estabelecendo diretrizes e prioridades e definindo planejamentos, sentindo que isso vai incorporando no dia a dia de vocês. Vocês aqui são alta administração e são estratégicos. O Comitê Interno de Governança é uma ferramenta de gestão que vai ajudar a caminhar, e tornar os processos mais objetivos”, reforça a sub-controladora de governança e de compliance da Controladoria-Geral do Distrito Federal, Joyce de Oliveira.

 

Na avaliação dela, esse planejamento é uma ferramenta fundamental de motivação para servidores e colaboradores.

 

“É importante ter um planejamento estratégico porque vocês demonstram para todos os servidores e colaboradores quais são os objetivos desta secretaria. Vocês dizem onde querem chegar. Já a carta de serviços, vocês estão dizendo para sociedade qual é o papel de vocês. O programa de integridade, nós insistimos muito que é importante porque na hora que vocês implementam, vocês passam para os colaboradores qual a conduta que vocês querem que eles tenham e eles passam a saber o que pode e o que não pode”, reforça.

 

A ideia é que as reuniões do Comitê Interno de Governança Pública da Sedes sejam semanais, com espaço para que cada área técnica apresente suas demandas e sugestões para melhoria do fluxo de trabalho e integração entre os setores. “Está muito claro que nós entramos na Secretaria com muita vontade de fazer. E quero que vocês deixem esse legado para os servidores que vão ficar”, ressalta a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

 

Cynthia Ribeiro