Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/05/17 às 19h14 - Atualizado em 29/10/18 às 12h07

Restaurantes comunitários serviram mais de 12,6 milhões de refeições no governo Rollemberg

COMPARTILHAR

Os 14 restaurantes comunitários (RCs) do Governo de Brasília alcançaram a marca de 1,6 milhão de refeições vendidas apenas nos primeiros quatro meses de 2017. Desde o começo do governo Rollemberg foram servidas 12,6 milhões. 

Cerca de seiscentas toneladas de comidas foram fornecidas por um custo acessível: R$ 1,00 para as 230 mil famílias moradoras do DF inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) e a R$ 2,00 para a população em geral. O Governo subsidia cada refeição com valor que varia entre R$3,97 e R$ 5,39. 

Por dia os 14 restaurantes servem em média 17.861 mil refeições, beneficiando famílias das cidades de Ceilândia, Samambaia, Santa Maria, Brazlândia, Gama, Itapoã, Sol Nascente, São Sebastião, Sobradinho, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Estrutural e Paranoá. 

Cada prato servido tem 600 gramas e é composto por proteínas (arroz, feijão, macarronada etc), guarnição (puré de batata, abobora, quibebe, batata e etc), salada, acompanhamento, sobremesa e suco, elaborado por nutricionistas e conta com uma alimentação balanceada e saudável para todos. 

O restaurante recordista em venda é o de Ceilândia Centro, depois vem Planaltina, ficando à frente do Gama, Samambaia e Santa Maria. Em 2016, por exemplo, a unidade de Ceilândia Centro serviu 562 mil pessoas, Gama, 441 mil, Samambaia, 375 mil e Santa Maria, 340 mil. 

A última unidade inaugurada foi a do Sol Nascente, no dia 23 de maio de 2016. Desde então forneceu 404.333 almoços e mais de oito mil cafés da manhã. A partir de 23 de novembro do ano passado, o restaurante passou a servir também o café da manhã a 50 centavos.