Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/02/20 às 16h32 - Atualizado em 17/02/20 às 16h32

Restaurantes comunitários retomam projeto de educação alimentar

COMPARTILHAR

Ações ocorrem nas 14 unidades nesta terça-feira (18) e primeiro tema de 2020 trata do direito humano à alimentação adequada

 

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) reinicia, nesta terça-feira (18), o projeto mensal de Educação Alimentar e Nutricional (EAN). A primeira atividade deste ano ocorre simultaneamente nos 14 Restaurantes Comunitários do Distrito Federal, de 11h às 14h. O tema a ser abordado é Direito Humano à Alimentação Adequada.

 

As temáticas são elaboradas com base no Marco Referencial de Educação Alimentar e Nutricional para as Políticas Públicas. O documento, de 2012 e elaborado pelo governo federal, visa integrar estratégias para contribuir para a qualidade de vida da população. São abordados, por exemplo, assuntos como a saúde da mulher dentro da campanha do Outubro Rosa; ou do homem, durante o Novembro Azul.

 

Nutricionista, equipe técnica e estudantes de instituições parceiras desenvolvem as ações por meio de palestras, painéis, mesas temáticas, degustação, informativos e afins. Para respeitar a individualidade e o momento da refeição das pessoas, as abordagens não são nas mesas. A participação é contabilizada apenas de quem tem interesse e assina a lista de presença.

 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Social, Ricardo Guterres, o objetivo é propiciar informações sobre alimentação, estimulando hábitos conscientes, sustentáveis e saudáveis. “Com isso, a gente transforma os restaurantes em locais não apenas de fornecimento de refeições, mas de educação e promoção de saúde e cidadania”, enfatiza.

 

As atividades de Educação Alimentar e Nutricional são uma práticas contínuas, permanente, transdisciplinar, intersetorial e multiprofissional. O objetivo é promover práticas autônomas e voluntárias de hábitos alimentares saudáveis, além de fortalecer hábitos regionais e valorizar diferentes expressões da cultura alimentar dentro da garantia da segurança alimentar e nutricional.

 

Os Restaurantes Comunitários podem desenvolver ações visando estimular os frequentadores a perceber a importância da adoção de hábitos alimentares saudáveis. Medidas que contribuem para a prevenção e o combate a uma série de problemas relacionados à ingestão inadequada de comida, tais como a desnutrição, obesidade, diabetes e hipertensão. Outro foco é a prática consciente de redução do desperdício de produtos e da promoção da sustentabilidade na nutrição saudável.

 

Ádamo Araujo