Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/12/18 às 14h44 - Atualizado em 29/12/18 às 14h44

Reinaugurado um complexo de acolhimento socioassistencial para casa de passagem em Taguatinga Norte

COMPARTILHAR

 

A secretária da Sedestmidh, Ilda Peliz, a secretária Adjunta de Desenvolvimento Social, Marta Sales e a subsecretária Kariny Alves de Assistência Social reinauguraram nesta sexta-feira,(28/12) três casas de serviço de acolhimento institucional no complexo arquetetônico da QNF24 da Área Especial 14 de Taguatinga Norte.

Os prédios passaram por uma revitalização depois de um incêndio que destruiu as instalações abandonadas. Antes ali viviam crianças e adolescentes sob medidas protetivas.

Marta Sales , Secretária Adjunta de Desenvolvimento Social, assistente social, do quadro da Sedestmidh que trabalhou por muitos anos no local, disse que “esse conjunto têm histórias;  já foi Centro de Recepção e Triagem, Abrire, era um conceito avançado de acolhimento em casas, porém, por serem várias casas-juntas o Ministério Público não nos deixou continuar. Por isso transferimos as crianças para “casas lares”.

“Agora, reavaliamos a ocupação. São unidades de casa de passagem e assim poderemos viver sem a pressão provocada pela ausência de locais para abrigar as pessoas acolhidas. Atende uma grande demanda de uma necessidade real”, concluiu a secretária Adjunta.

 

O complexo integrado de serviços socioassistenciais reune 12 alojamentos com capacidade para instalar, em condições confortáveis, cerca de 36 pessoas. Os três prédios que vão funcionar em regime de casa de passagem vão abrigar mulheres com filhos, famílias e um terceiro prédio vai alojar somente mulheres sem filhos.

 

“É uma nova perspectiva de atendimento enquanto encaminhamos para as nossas Entidades Parceiras ou, para os nossos equipamentos e assim essas pessoas não ficam descobertas de uma proteção”, disse a subsecretária de Assistência Social, Kariny Alves.

 

As pessoas serão encaminhadas para este complexo pela Central de Regulação de Vagas que recebe demandas de moradores em situação de ruas, alta vulnerabilidade, desabrigados momentâneamente por fatores ambientais e outras causas que levaram à exposição a riscos. E agora também pessoas em trânsito que aguardam retorno às cidades de origem.

 

O serviço estará funcionando plenamente até março do próximo ano quando o prédio, já mobiliado, funcionará com o efetivo de servidores remanejados de outros setores enquanto forem treinados os servidores selecionados no concurso da Sedestmidh.

Ilda Peliz, secretária de Estado da Sedestmidh elogiou o trabalho das equipes da própria secretaria que fizeram parte da reforma e de outras, e permitiram melhorar o ambiente de trabalho. Ilda reforçou a importância de trabalhar em equipes. Agradecida pela colaboração de todos, Ilda Peliz se despediu,uma vêz que deixa a secretaria no último dia do ano.

 

A Central de Regulação de Vagas que fará a triagem das pessoas é um serviço da rede interna assistencial. Atende das 7h às 19h, todos os dias da semana e, também pelo telefone 32232656.

 

Por, Claudia Miani