Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/02/17 às 14h25 - Atualizado em 29/10/18 às 12h07

Programa Caminhos da Cidadania começou na Estrutural

COMPARTILHAR

100 adolescentes da Estrutural participaram do primeiro encontro do Programa Caminhos da Cidadania nessa segunda (20) e terça-feira (21). A iniciativa visa complementar a proteção social básica junto às famílias acompanhadas pelo Programa de Atendimento Integral às Famílias – PAIF, ensina sobres os direitos, deveres, conceitos de proteção e garantia dos cidadãos.

O encontro explicou melhor sobre o Programa e eventuais dúvidas e foi no Centro de Convivência, unidade da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

A educadora Luciana Leal esclareceu que a ação tem vistas para o alcance de alternativas emancipatórias para o enfrentamento a vulnerabilidade social e também é uma preparação para o mundo do trabalho. “Nessas primeiras duas semanas dos encontros vamos ajudá-los a tirarem as documentações. Muitas pessoas não que estão aqui não tem carteira de trabalho e comprovante de residência. Eles precisam estar em dia com a documentação para no futuro indicarmos para vagas de estágios e trabalho”.

A mãe de Laiane da Silva, Cleia Silva, disse que a filha de 17 anos já participou do programa e se tivesse permanecido já estaria trabalhando. Arrependida de ter saído, voltou hoje para a iniciativa e levou o irmão Leonardo de 15 anos. “Eu acho bom que eles estejam aqui, assim saem das ruas e levam conceitos bons para a casa. Cleia imagina também que os Caminhos da Cidadania seja uma porta de entrada para o mercado de trabalho.

O programa ainda traz conhecimento e empoderamento para a Luzinete Alves, mãe de Lorrane Rodrigues, beneficiaria da ação. “Aqui vai ser muito bom para ela. A vida da gente é vivendo e aprendendo”. Mesmo tímida era possível ver a alegria nos olhos de Lorrane ao conhecer os novos amigos e educadores.

A procura para o Caminhos da Cidadania foi grande na Estrutural, 250 famílias quiseram participar, existe uma lista de espera com 150 adolescentes a fim do programa. A chefe da unidade Regina do Nascimento percebeu, através dos relatos, que muitos estavam ali pela perspectiva de mudança e transformação. Não apenas pela bolsa mensal de 190 reais.

Os jovens que tiverem no mínimo 75% de presença serão contemplados com uma bolsa de 190 reais por mês. O programa promove três encontros por semana, sendo dois presenciais e um com atividades externas, somando 9 horas. O Centro dividiu os 100 beneficiários em 4 turmas de 25.

Caminhos da Cidadania

O Programa é do Governo de Brasília da política de assistência social e beneficia adolescentes de 15 a 17 anos inscritos no CadÚnico, preferencialmente integrantes do Bolsa Família.

Caminhos da Cidadania complementa o Serviço de Fortalecimento de Vínculos do Sistema Único de Assistência Social e estimula a convivência social, a participação cidadã, a orientação profissional e projeto de vida pessoal, além do retorno dos adolescentes à escola e permanência no sistema de educação.

Por: Camila Piacesi