Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/07/20 às 21h37 - Atualizado em 9/07/20 às 21h38

População rural inscrita no Cadastro Único corresponde a 20% do total no DF

COMPARTILHAR

Público tem atendimento exclusivo nos escritórios da Emater

 

O Cadastro Único é uma ferramenta utilizada pelo poder público para identificar e caracterizar as famílias de baixa renda para que sejam direcionadas ao acesso às políticas públicas. Atualmente, cerca de 167 mil famílias estão inscritas no Distrito Federal. Desse total, aproximadamente 20% representa a população rural.

 

Na manhã desta quinta-feira (9), a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) promoveram live para abordar justamente questões referentes a esse percentual. O bate-papo, que envolveu o Coordenador de Gestão de Transferência de Renda e Cadastro Único da Sedes, Guilherme Aleixo; e a extensionista rural da Emater, Danielle Amaral, fez parte da programação da AgorBrasília Digita. O evento segue em formato online até esta sexta-feira (10).

 

Durante a conversa, foram abordados os benefícios socioassistenciais, as formas de acesso e concessão, principalmente neste período de pandemia do novo coronavírus.

 

No caso do meio rural, a Emater-DF voltou a receber produtores e assentados para fazer o Cadastro Único no início de junho. A empresa conta com 16 escritórios espalhados pelo DF, onde as equipes têm a expertise para realizar esse procedimento.

 

“Principalmente, neste momento de pandemia é necessário que façamos uma aproximação dos órgãos públicos para conseguirmos contemplar as demandas de toda a população”, opina Danielle Amaral. “Objetivo de trazer segurança nutricional e alimentar e acesso às políticas públicas às famílias do campo e reduzir a pobreza junto a esse público”, completa.

 

Os interessados em se cadastrar devem contatar o escritório mais próximo da propriedade para buscar informações. Os escritórios que precisarem de suporte podem contatar, pelo 3311-9374, a Gerência de Desenvolvimento Sociofamiliar (Gedes) e solicitar o atendimento.

 

De acordo com Guilherme, o preenchimento do cadastro foi suspenso no início da pandemia. Porém, em abril, o Ministério da Cidadania autorizou a retomada. “No momento, a Sedes focou isso na questão dos idosos e das pessoas com deficiência receptoras do Benefício de Prestação Continuada”, destaca o gerente. “Isso ocorre, pois parte das 8 mil famílias beneficiárias estavam em risco de ter sua renda suspensa ou cancelada, uma vez que as unidades da Assistência Social precisaram ser fechadas naquele momento”, explica.

 

AgroBrasília Digital
A AgroBrasília Digital começou na segunda-feira (6). Aos produtores e público em geral, a Feira traz intensa programação, com apresentação de tecnologias, oportunidades de negócios e transmissão de conteúdo exclusivo, tudo disponível no site digital.agrobrasilia.com.br, a plataforma em que a Feira se desenvolve, com acesso livre e gratuito.

 

Ádamo Araujo