Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/10/12 às 13h23 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

População em Situação de Rua vai ao Festival de Cinema de Brasília

COMPARTILHAR

(20/09/2012 – 19:26)

Na tarde dessa quarta-feira (19), usuários do Centro Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) prestigiaram o Festival de Cinema de Brasília no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Resultado de uma parceria entre Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (SEDEST) e Secretaria de Cultura do Distrito Federal, a ideia foi possibilitar o acesso à cultura e ao lazer para os usuários do Centro POP. Ao todo, 22 pessoas assistiram ao filme “Eles voltam”, de Marcelo Lordello. A obra conta a história de Cris, de 12 anos, e seu irmão mais velho, que são deixados na beira da estrada por seus pais e a jornada de retorno ao lar.

Para Luciane Costa, psicóloga do Centro POP, ações como essa motivam interesse por outros espaços que não as ruas, outras vivências, e ainda possibilitam a confraternização entre os usuários. “A ida ao Festival de Cinema de Brasília foi positiva para os usuários, o grupo gostou muito da experiência, eles se sentiram valorizados, respeitados. A gente percebeu que eles tiveram uma compreensão muito legal do filme, ficaram atentos aos detalhes. Elogiaram muito o CCBB e saíram de lá pedindo outros passeios, como ir ao museu, por exemplo”, conta.

Centro POP

Localizado na 903 sul, o novo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) faz parte do Plano DF Sem Miséria e da Política do Governo do Distrito Federal para população em situação de rua e é parte fundamental do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

A unidade oferece uma série de serviços voltados para pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e sobrevivência, e tem como objetivo garantir atendimento assistencial, oferecer atividades educativas voltadas para o fortalecimento comunitário e a sociabilidade, e possibilitar novos projetos de vida. Além do atendimento por equipe de educadores, assistentes sociais e psicólogos, o Centro Pop é também espaço de guarda de pertences, de higiene pessoal e lavagem de roupas. Em dois meses de funcionamento, o Centro Pop já atendeu mais de 400 indivíduos.