Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/07/20 às 20h37 - Atualizado em 16/07/20 às 20h37

Live aborda a comunicação não-violenta no Sistema Único de Assistência Social

COMPARTILHAR

Bate-papo tem foco no atendimento ao cidadão. A transmissão é feita canal da Sedes no Youtube, a partir das 9h30 desta sexta-feira (17)

Para além da pandemia causada pelo novo coronavírus, vivemos também um momento caracterizado por desafios ligados à convivência e as relações interpessoais. Enfim, trata-se de um período intenso nas relações interpessoais. Com foco no Sistema Único de Assistência Social (Suas) e no atendimento ao cidadão, a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) vai abordar o como a comunicação não-violenta pode atuar em discussões potencializadas pelo isolamento social.
O bate papo começa a partir das 9h30 desta sexta-feira (17), com transmissão pelo canal da Sedes no Youtube, e conta com a participação da co-fundadora do Grupo Avançado de Mediadores Institucionais, Samira Iasbeck. Ela atua na mediação há mais de 10 anos e tem diversos livros e artigos escritos acerca do tema.

Outra participante é Acileide Coelho, especialista em Assistência Social da Sedes pesquisadora do grupo PesquisarSuas que, entre outros trabalhos desenvolve estudos teórico sobre o trabalho social com família no Suas, e mestranda em Psicologia Clínica e Cultura (UnB). Na mediação da discussão está a também especialista em Assistência Social da Sedes e pós-graduada em Terapia Sistêmica pelo Laboratório de Estudos Psicossociais (Interpsi), Rosane Helena Violin.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, a comunicação não-violenta é uma metodologia comunicacional voltada ao aprimoramento dos relacionamentos interpessoais. “Com essa ferramenta, é possível acreditar em redução nos índices de violência, principalmente, neste momento de pandemia, a violência familiar”, acredita.

A discussão tem objetivo de abordar a prevenção de vulnerabilidades relacionadas a contextos de violência no âmbito da convivência familiar, identificar quais são essas vulnerabilidades, bem como as potencialidades e situações de risco em famílias e indivíduos atendidos no Suas, entre outros assuntos relacionados.

 

Live Conexão com o outro: o papel da comunicação não violenta no atendimento no serviço público
Sexta-feira (17)
9h30
Canal da Sedes no Youtube

 

Ádamo Araujo