Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/05/13 às 19h32 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

Governador participa de ato em alusão ao Dia da Criança Desaparecida

COMPARTILHAR

No dia 25 de maio, Dia da Criança Desaparecida, o Brasil e outros 17 países realizam uma cerimônia em memória de todas as crianças e adolescentes desaparecidos.  

 SED3773

A cerimônia simbólica de soltura dos balões com fotos de crianças desaparecidas de alguns locais do mundo foi realizada em Taguatinga com o apoio do ICMEC – Centro de Crianças Desaparecidas e Exploradas, e contou com a presença do Governador Agnelo Queiroz, do chefe da Casa Civil, Swedenberger Barbosa e do Secretário de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda, Daniel Seidel.

Desde 2011, a Sedest atua em parceria com a Secretaria de Segurança Pública no registro e localização de pessoas desaparecidas com base no proposto pela Lei da Busca Imediata (Lei Federal nº 11.259). Este trabalho articulado busca otimizar o atendimento aos familiares no registro, busca e localização do desaparecido.

“Quando uma criança ou adolescente desaparece, a família deve comunicar o desaparecimento imediatamente pelo o número de emergência 190, ou na Delegacia mais próxima”, reforça Daniel Seidel, da Sedest.

 SED3850

A atuação da SEDEST se dá a partir do recebimento mensal das ocorrências e pela procura espontânea das famílias pelos serviços da Secretaria. As unidades que realizam o acompanhamento destas famílias são os CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), total de 09 no DF, responsáveis pelas seguintes ações:

• acolher e realizar acompanhamento psicossocial junto à família;

• realizar busca nas unidades de acolhimento da Sedest;

• distribuição cartazes às famílias e a rede socioassistencial;

• realizar ações de prevenção junto às famílias de crianças e adolescentes com histórico de fuga do lar;

• acompanhar o processo de localização;

 SED3856

A SEDEST participa da Rede Global das Crianças Desaparecidas por meio da parceria com o ICMEC e é responsável pela divulgação das fotos de pessoas desaparecidas nos órgãos do GDF e outros parceiros (CEB, CAESB, Elevamedia e SESC) e por articular junto ao Instituto de Identificação da Polícia Civil a progressão de idade nas fotos.