Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/11/19 às 15h01 - Atualizado em 22/11/19 às 15h01

GDF paga DF Sem Miséria

COMPARTILHAR

GDF formalizou o crédito na quinta-feira (21). Auxílios Vulnerabilidade, por Morte, Excepcional e Natalidade também serão creditados nesta sexta-feira (22)

 

Complementação exclusiva do Governo do Distrito Federal para quem já recebe o Bolsa Família, os valores do DF Sem Miséria de novembro foram creditado na conta dos beneficiários na quinta-feira (21). Titular da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes-DF), Ricardo Guterres anunciou ontem o pagamento do GDF benefício.

 

O comunicado foi feito no auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), onde desde quarta-feira (20) transcorre a 13ª Conferência de Assistência Social do DF.

 

A liberação do capital é fruto de atuação da Sedes-DF junto à Secretaria de Economia. Aproximadamente R$ 7 milhões serão pagos a cerca de 53 mil beneficiários.

 

O dinheiro deveria ter sido creditado na semana passada, mas questões orçamentárias impediram o pagamento.

 

Mais benefícios

 

Cerca de 8 mil famílias que aguardavam o pagamento dos auxílios Vulnerabilidade, por Morte, Excepcional e Natalidade terão os valores devidamente creditados nesta sexta-feira (22). “Levamos a situação à Secretaria de Economia que, prontamente, acolheu o caso e liberou a verba para o repasse”, informa Guterres.

 

Em alguns casos, como o Vulnerabilidade, o atraso vinha da parcela referente a julho. “O Governo do Distrito Federal herdou uma desequilíbrio orçamentário da gestão passada. Agora, passo a passo, vamos colocando a casa em ordem”, destaca o secretário.

 

Mais de R$ 3 milhões foram repassados para a pasta de Desenvolvimento Social, que começa a fazer os pagamentos a partir da próxima semana.

 

Saiba mais

 

De natureza eventual, o Auxílio Natalidade é o benefício concedido à mãe ou alguém que a represente legalmente o recém-nascido. Trata-se de uma assistência repassada em parcela única de R$ 200 (duzentos reais), por criança nascida ou em situação de natimorto.

 

Também em caráter eventual, o Auxílio por Morte é concedido quando morre algum integrante da família, com o objetivo de reduzir as vulnerabilidades decorrentes da falta do familiar em questão. Sempre em parcela única de R$ 415, esse benefício é pago para concessão de urna funerária, velório e sepultamento, incluindo transporte funerário, utilização de capela, pagamento de taxas e colocação de placa de identificação.

 

O Auxílio Vulnerabilidade contempla a família que esteja passando por uma situação temporária que a coloque em risco ou que esteja passando por perdas ou danos. É um benefício provisório pago em, no máximo, seis parcelas por ano, no valor de R$ 408, cada parcela.

 

Já o Benefício Excepcional é um auxílio em razão do desabrigo temporário, de prestação excepcional no âmbito da assistência social e subsidiária à política de habitação. É concedido às famílias que vivenciam situações de vulnerabilidade temporária por falta ou inadequação de moradia provocada por catástrofe, desastre, calamidade pública ou situações de risco geológico e insalubridade, entre outras possibilidades.

 

Por fim, o DF Sem Miséria é uma suplementação variável de acordo com a situação de pobreza de cada família, proporcionando às mais pobres receber um recurso mais elevado. Os valores variam de R$ 20 a R$ 960, conforme composição e renda de cada família, até que a renda familiar somada aos valores recebidos pelo Programa Bolsa Família alcance R$ 140 per capita.

 

Da Ascom