Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/06/20 às 9h27 - Atualizado em 15/06/20 às 9h36

GDF convoca mais 26 mil famílias para receber Cartão do Prato Cheio

COMPARTILHAR

Lista de beneficiários é formada por quem já solicitou a cesta básica de alimentos em alguma unidade de Assistência Social do DF, e teve requerimento registrado no sistema da Sedes

 

O Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), convoca mais 26 mil famílias, que já solicitaram as cestas básica de alimentos em alguma das unidades de atendimento socioassistenciais do Distrito Federal, para se informar sobre a retirada do Cartão do Prato Cheio.

 

Os beneficiários precisam acessar o site www.rendaemergencial.brb.com.br para obter  a informação sobre o agendamento, com o dia e o local, em que seu cartão estará disponível para ser retirado.

 

“Fizemos um esforço, junto com a equipe econômica do governo e a área técnica da Sedes, para ampliar o número de famílias que passam a ser atendidas com o Cartão Prato Cheio. Estamos garantindo o direito de todas essas famílias a terem acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, com segurança alimentar e nutricional“, ressalta a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

 

A consulta poderá ser feita, a partir das 8h desta segunda-feira (15), no site www.rendaemergencial.brb.com.br. Os cartões serão entregues aos beneficiários, entre os dias 22 de junho e 1º de julho, nas agências do BRB indicadas para a retirada.

 

O BRB vai utilizar o endereço do beneficiário, informado no momento do cadastro de requisição da cesta básica, para definir a agência bancária para a retirada do cartão.

 

Benefício

O Programa Prato Cheio é um auxílio de segurança alimentar e nutricional, com transferência de crédito para aquisição de itens da cesta de alimentos e de pão e leite, como forma de garantir alimentação às famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional no Distrito Federal. O valor do benefício é de R$ 250, com uso restrito em estabelecimentos alimentícios. O cartão do Prato Cheio não estará habilitado para a função saque.

 

Estão na lista para receber o auxílio, as famílias que já solicitaram a cesta de alimentos em alguma unidade de assistência social, como os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), tendo o requerimento registrado no Sistema Integrado de Desenvolvimento Social (SIDS) da Sedes e atendendo aos critérios e perfil de acesso do programa. No mês passado, já foram emitidos 10 mil cartões do programa para famílias em insegurança alimentar no DF.

 

Têm direito ao benefício, famílias de baixa renda, ou seja, com renda familiar igual ou inferior a 1⁄2 salário mínimo (R$ 522,50) per capita, e que residem no Distrito Federal e declaram encontrar-se em situação de insegurança alimentar. Dentre as famílias com esse perfil, serão priorizadas aquelas que são monoparentais chefiadas por mulheres com crianças de 0 a 6 anos; na composição familiar ter a presença de crianças de 0 a 6 anos, pessoas com deficiência e pessoas idosas.

 

O benefício poderá ser concedido cumulativamente com outros benefícios socioassistenciais, como o Bolsa Família e o DF Sem Miséria, desde que atenda os critérios de elegibilidade.

 

Para saber o local e data de retirada do cartão

  • O cidadão deve acessar o site www.rendaemergencial.brb.com.br.
  • Será preciso inserir o CPF e a data de nascimento
  • Ao fim da consulta, será informado o dia determinado para que o usuário vá uma agência do BRB para a retirada do cartão. Mas atenção: o usuário deve ir apenas na unidade indicada ao final da consulta. É só nela que ele conseguirá retirar o cartão.

 

 Entrega dos cartões segue ordem alfabética

  • Beneficiários do programa Prato Cheio com iniciais dos nomes de letras A, B e C poderão retirar o cartão na segunda, dia 22 de junho.  É preciso ir à agência do BRB indicada na mensagem informada no momento da consulta. Para facilitar ainda mais, o BRB também vai abrir as agências mais cedo, às 8h, para atendimento ao público. É preciso apresentar documento com foto e CPF.
  • Já os beneficiários com nomes iniciados pelas letras D e E terão os recursos disponíveis na terça, dia 23.
  • Quarta, dia 24, é a vez dos usuários com as letras F, G, H e I.
  • Beneficiários com nomes iniciais em J, K e L recebem dia 25, quinta.
  • Na sexta, dia 26, é a vez dos que têm nome iniciado com M.
  • O dia 29 é voltado aos beneficiários com os nomes de letra inicial N, O, P e Q.
  • No dia 30, a entrega dos cartões será feita aos com nomes iniciais em R.
  • Por fim, o dia 1º é voltado aos beneficiários que têm o nome com S, T, U, V, W, X, Y e Z.