Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/04/16 às 16h57 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

Fórum do Setor Produtivo

COMPARTILHAR

A quinta reunião do Fórum do Setor Produtivo do DF e da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, realizada em 4 de março, aprovou a realização de seminário com o Ministério Público do DF e redação de uma carta a ser entregue ao governador, apontando diretrizes por uma Brasília Produtiva, por um pacto do governo, MP e setor produtivo, a fim de evitar o êxodo de empresários. 

Realizada na sede da ADEMI – Associação de Empresas do Mercado Imobiliário, a reunião foi coordenada pelo presidente da Casa, Paulo Muniz, o secretário Joe Valle, o secretário adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour, e o presidente da Fecomércio, Ademir Santana, tendo como principal foco a geração de emprego e renda na cidade, a superação dos desafios impostos pela burocracia do governo e pelos procuradores do Ministério Público capaz de criar no DF um pacto de governabilidade que possa acelerar a economia. 

Paulo Muniz entregou ao secretário Joe Valle documento de três páginas com as reivindicações do setor produtivo. Ele elogiou a criação da Secretaria de Cidades e defendeu que ela imponha a unicidade da interpretação do Código de Obras pelas administrações regionais.

Joe Valle prometeu que este item constará na carta a ser entregue ao governador. Sobre o seminário com o MP, o secretário revelou que já tem o apoio da Procuradoria e que terá estudos de caso de sucesso de boas práticas entre o Ministério Público e o setor produtivo de São Paulo. A meta, segundo Joe Valle, é encontrar pontos comuns de ação em defesa da cidade e que possam tirar o setor produtivo do caos em que se encontra. 

Participaram da reunião as seguintes lideranças da cidade: Afonso Assad (ASBRACO), Orlando Vento, Edgard Santos,  Frederico Martins, Eduardo Aroeira Almeida e Gil Henrique Pereira (ADEMI-DF), Luiz Carlos Pires de Araújo (SENAC-DF), Irídio Santos Junior e João G. C. Accioly (SINDUSCON-DF), Ivo Jacó de Souza (FAPE/SENAR), Janine Soares de Brito (SINDIATACADISTA) José Guilherme Leal (SEAGRI), Antônio Xará (CLDF), Marcio Mafra e Edson Castro ( SINDIVAREJISTA), Thales Furtado (ABRAJEZ) , Leonardo Vinhal (ACDF), Cleber Pires (ACDF), Thiago Jarjour (SETRAB), Jael A. Silva (SINDHOBAR) e representantes do IFB, Sebrae, Terracap, entre outros.