Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/05/13 às 23h27 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

Estrutural na luta em defesa das crianças e adolescentes

COMPARTILHAR

Cópia de DSC03414

Na última sexta-feira, 17 de maio, crianças e adolescentes da cidade marcharam pelo fim da violência sexual. A Rede Social da Estrutural promoveu a “Blitz do Faça Bonito” e passeata voltada para a sensibilização da comunidade sobre a prevenção e o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes. Participaram da ação a Administração Regional, Conselho Tutelar, Secretaria de Educação, CRAS, CREAS, o Centro de Convivência, o Coletivo da Cidade, a Associação Viver e o Projeto Vira Vida.

 

Cópia de DSC03374

A atividade, que contou com aproximadamente 300 pessoas, sendo 250 crianças e adolescentes, marcou o encerramento de uma intensa semana de reflexão dos equipamentos (CRAS, CREAS e COSE) do Sistema Único de Assistência Social da Cidade Estrutural sobre a violência sexual contra crianças e adolescentes.

 

 

 Cópia de DSC03408

 

As ações foram motivadas pelo dia 17 de maio, que marca o Dia Internacional de Combate à Homofobia, e 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Durante toda a semana as crianças e adolescentes dos Serviços de Convivência trabalharam a temática da educação sexual e a prevenção da violência.

 

 

 

 

Cópia de DSC03425

 

“Realizamos as discussões com um foco diferenciado para cada faixa-etária. Com as crianças, trabalhamos o cuidado familiar, a rede de proteção e vínculos e a importância de contar sempre que sofrer qualquer violência. Com os adolescentes, de 11 a 14 anos, discutimos o autocuidado, o conhecimento sobre o próprio corpo, a sexualidade, a prevenção a DSTs, e também a importância da denúncia da violência. Com os adolescentes do ProJovem o trabalho foi voltado para a diversidade sexual e a prevenção à exploração sexual comercial e ao tráfico de pessoa”, explica Remom Bortolozzi, Coordenador do COSE da Estrutural.

 

Cópia de DSC03359

 

Os adolescentes do ProJovem também participaram de palestra com a Educadora Ludymilla Santiago, da Associação de Travestis e Transexuais do Distrito Federal (AnavTrans), sobre diversidade sexual e, no dia 15 de maio, participaram de ato na Esplanada realizado pelo Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, para o qual realizaram uma oficina de cartazes. “A proteção social passa pela construção das crianças e adolescentes como sujeitos políticos. Por isso a participação em atos e manifestações é parte do aprendizado da reinvindicação dos seus direitos e promoção de sua autonomia”, finaliza Remom.

 

Cópia de DSC03446

 

O CREAS Estrutural também promoveu o debate sobre o enfrentamento à exploração sexual comercial, por meio da divulgação do Projeto Viva Vida, desenvolvido pelo SESI, voltado para inclusão social e profissional de adolescentes e jovens vítimas da exploração sexual comercial. O Projeto Viva Vida realizou palestra da qual participaram não só os adolescentes do ProJovem, mas outros estudantes do ensino médio moradores da Estrutural.

 

 

Cópia de DSC03409

 

 

O CREAS Estrutural realiza periodicamente, junto ao Projeto Viva Vida, rodas de conversa sobre o combate a exploração sexual na cidade, voltadas para a sensibilização, enfrentamento e também para a identificação dessa que é uma das piores formas de trabalho infantil.

 

Cópia de DSC03482