Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/03/18 às 19h04 - Atualizado em 29/10/18 às 12h07

Educação Alimentar e Nutricional é tema nos restaurantes comunitários

COMPARTILHAR

Durante o mês de março, os 14 restaurantes comunitários recebem atividades que ensinam os usuários a terem uma alimentação mais saudável.

 

Hoje (20), foi a vez dos moradores do Gama aprenderem uma nova forma de alimentação. A oficina “Aproveitamento Integral dos Alimentos” ocorreu das 11h às 14h, na unidade. Cerca de mil e quinhentos moradores foram almoçar e aproveitaram para saber mais sobre o tema.

 

Amanhã (23), ao meio dia, será a vez do Recanto das Emas receber a atividade “Orientações nutricionais e receitas para pessoas com dislipidemia”.  Dislipidemia é um distúrbio nos níveis de lipídios e/ou lipoproteínas no sangue.

 

O ciclo de atividades começou na segunda-feira (12), em Sobradinho, com o tema “Alimentação consciente”. Os 14 restaurantes vendem em média 20 mil almoços por dia, a R$ 1,00 para inscritos no Cadastro Único e a dois para o público em geral.

 

Desde de janeiro, os restaurantes de Brazlândia e Paranoá vendem, por R$ 0,50 , café da manhã com café, leite ou pingado, pão com manteiga, bolo, achocolatado e uma fruta da época. O Sol Nascente foi o primeiro restaurante a ofertar café da manhã, em 2016. As três unidades vendem diariamente 2.500 cafés da manhã.

 

As ações de Educação Alimentar e Nutricional têm por finalidade promover a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada-DHAA. As atividades permitem o empoderamento e o desenvolvimento da autonomia dos usuários para decidirem por práticas alimentares mais saudáveis.

 

A Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional (Subsan) da Sedestmidh é a pasta responsável pelos restaurantes.  O preparo e fornecimento de refeições nos Restaurantes Comunitários é de responsabilidade das empresas contratadas via licitação.

 

Confira o Cronograma de Atividades do Mês de Março

 

 

Por Camila Piacesi