Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/19 às 13h30 - Atualizado em 30/07/19 às 13h30

Decreto amplia período de atuação dos bombeiros no preenchimento do Cadastro Único

COMPARTILHAR

Sedes começou a contar com o reforço dos militares em abril e prorrogação do prazo segue até agosto

 

A Portaria Conjunta Nº 2, de 28 de junho de 2019 amplia o período de atuação do Corpo de Bombeiros Militar do DF no preenchimento do Cadastro Único (Cadúnico). Programada para ser encerrada nas últimas semanas, a parceria junto à Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) se estenderá ao longo do mês de agosto.

 

Desde o início da atuação, foram feitos 14.017 agendamentos somando-se o atendimento feito pelos militares com aqueles já executados cotidianamente pelas unidades da secretaria.

 

Em abril, quando os bombeiros entraram na operação, o Ministério da Cidadania publicou uma portaria no Diário Oficial da União que determina novos prazos para o bloqueio e a suspensão do Benefício de Prestação Continuada (BPC) de quem não tivesse feito inscrição no Cadastro Único. O registro é obrigatório e quem ainda não o fez pode ter o benefício suspenso. Em todo o país, era contabilizado mais de 1,1 milhão de beneficiários com inscrições pendentes. O DF contava com 23,1 mil famílias.

 

“Encontramos uma situação emergencial quando assumimos a secretaria. O não preenchimento desses cadastros significaria corte nos benefícios de quem mais precisa”, enfatiza o secretário de Desenvolvimento Social, Eduardo Zaratz. “Como uma tropa de pronta-resposta, a chegada do CBMDF tem sido fundamental para assegurar a atualização dos beneficiários”, complementa.

 

Para executar a missão, a corporação ofereceu 19 quarteis e mais de 70 militares. “A parte social é um dos grandes aspectos de nosso envolvimento com a sociedade”, destaca o Coronel Carlos Emilson Ferreira dos Santos, Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. “Trabalhar pela melhoria na vida da população de Brasília é um dos focos do nosso serviço”, finaliza.

 

Tanto a inscrição quanto a atualização do CadÚnico deverão ser agendadas por meio do telefone 156 ou eletronicamente pelo www.sedes.df.gov.br. Por meio desse contato, a pessoa será orientada para qual unidade deverá seguir. Caso o beneficiário do BPC necessite de um representante – devido a qualquer impossibilidade –, a pessoa escalada para o procedimento deve ser orientada a dizer o nome e o CPF do beneficiário no momento de agendar.

 

O foco da força-tarefa está em dois públicos: deficientes e idosos que fazem aniversário no primeiro trimestre e, a seguir, pessoas que precisam, anualmente, passar pelo processo de averiguação e revisão dos dados cadastrais de famílias beneficiárias dos programas Bolsa Família, DF Sem Miséria e Bolsa Alfa. Nesse último caso, é preciso prestar atenção a um chamamento feito via correspondência pelo Ministério da Cidadania ou ao extrato bancário, documento que alerta sobre a necessidade de atualizar as informações.

 

Ádamo Araujo

  • Acesse o Portal do Governo do Distrito Federal
  • SEPN Quadra 515, Lote 2, Bloco B Ed. Espaço 515 - Asa Norte
    CEP: 70.770-502
    Transferência de Renda e Cadastro único: 37737251/37737242/37737249
    Subsecretaria de Assistência Social: 3773-7248
    Ouvidoria: 3773-7183