Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/12 às 20h13 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

CRAS recebe comitiva estrangeira

COMPARTILHAR

(29/03/2012 – 18:32)

Na manhã desta quarta-feira, 28 de março, o Centro de Referência de Assistência Social do Gama (CRAS) recebeu a visita de cinco delegações estrangeiras. Na abertura, a comitiva formada por autoridades de Uganda, El Salvador, Honduras, Cabo Verde e Venezuela, assistiu a uma apresentação de dança do grupo “Melhor Idade”, formado por idosos frequentadores do Centro de Orientação Sócio Educativo da cidade (COSE).

A delegação estrangeira está no Brasil participando do Seminário Internacional “Políticas Sociais para o Desenvolvimento”, realizado pelo Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e foi até o local para conhecer a experiência brasileira de desenvolvimento social e enfrentamento a pobreza.

Para Gardênia Scapim, Diretora de Atenção Integral às Famílias, a visita técnica da comitiva foi uma oportunidade de apresentar ao mundo o trabalho desenvolvido. “Foi gratificante perceber o quanto a comitiva se emocionou com os depoimentos das famílias atendidas e com a apresentação do trabalho realizado pelo CRAS e pelo CREAS”, disse.

Amanda Silva, de 24 anos, contou que veio participar do encontro, pois desde que chegou a Brasília, há dois anos, foi no CRAS que encontrou apoio. “O trabalho desenvolvido aqui é sério, eu estava desempregada, grávida, com três filhos pequenos, e aqui fui bem atendida, informada dos meus direitos”, elogiou.

A experiência brasileira tem servido de exemplo para políticas de desenvolvimento social e erradicação da pobreza para outros países. Uganda, por exemplo, não possui um sistema de proteção social. Atualmente seu governo procura construir uma consciência pública sobre a importância dos programas de transferências de renda e como podem contribuir para o desenvolvimento econômico e social do país. 

Moses Byaruhanga, Conselheiro Principal do Presidente da República de Uganda, ressalta que a experiência de ficar frente a frente com os usuários foi muito benéfica. “Vamos levar os depoimentos dessas famílias e essa experiência para nosso país, para nossa população”.

Atualmente o Distrito Federal possui 27 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), que oferecem serviços de acompanhamento psicológicos, de assistência social, além de cursos de capacitação à população, e oito Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), que prestam serviços às pessoas e famílias em situação de risco e violação de direitos. No Gama são realizados aproximadamente 400 atendimentos por mês, além do acompanhamento anual de cerca de mil famílias.