Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/05/18 às 14h59 - Atualizado em 29/10/18 às 12h07

Catadores de Materiais Recicláveis fazem curso de Gestão de Negócios na Fábrica Social

COMPARTILHAR

 

Uma aula inaugural selou hoje o início de um Programa de Capacitação de 600 Catadores de Materiais Recicláveis, que antes atuavam no Lixão e agora fazem parte das Cooperativas de Reciclagem. Eles estão cadastrados em 8 cooperativas que têm contratos com o SLU e que atuam próximas das áreas de depósitos.

“Serão treinados na Fábrica Social em cursos de 160 horas que terão duração até 2019. Os alunos receberão conteúdos teóricos e vivência capacitando-os para gerir os próprios negócios, a organização de renda e a relação interpessoal para melhorar a comunicação externa e a convivência entre eles nos galpões, comentou Kátia Campos, presidente do SLU.

” Um outro galpão para triagem de resíduos sólidos está em fase de conclusão das obras e em breve será equipado para abrigar os catadores. Outras cooperativas estão em fase de contratação para coleta seletiva e triagem para viabilizar o Centro de Comercialização, anunciou hoje(4/5) o governador Rodrigo Rollemberg.

 

Esses cursos de capacitação profissional permitirão maior produtividade e renda”. E anunciou: “estou publicando hoje a portaria que regulamenta a bolsa no valor de R$ 300,00 para os Agentes de Cidadania Ambiental. É destinada aos que frequentarem o curso para a capacitação de vocês para, além dos benefícios, tenham a qualificação pessoal, de cada um, de cada uma”, concluiu o governador.

 

Hoje também foi assinado com o SENAI, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial e a Sedestmidh um contrato de um ano para a execução de cursos voltados a 450 alunos em cooperativismo e associativismo e outros 450 para as áreas de indústria têxtil, vestuário e confecção de materiais esportivos.

 

Cleonice Bezerra de Magalhães, moradora de Sobradinho, faz o curso de costura reta e com o aproveitamento de tecidos dedica-se à oficinas de artesanato. Um dos cursos que será ministrado pelo Senai.
“Para mim esta é uma oportunidade ímpar. Pego 4 ônibus, me emociono até a falar pelas dificuldades, porém, pela oportunidade que tive é um orgulho fazer este curso”. São essas oportunidades que a Sedestmidh espera que sejam estendidas à mais pessoas, segundo Ilda Peliz, secretária a quem está ligada a Fábrica Social.

 

“Temos nos empenhado ao máximo para que os nossos catadores sejam microempresários e quem está dentro de uma cooperativa está dentro dessa linha de microempreededorismo, por isso que o governador tem essa preocupação em oferecer essa capacitação, conhecimento para dar asas para que vocês voem mais alto”, concluiu Ilda Peliz.

Por: Claudia Miani

 

Uma aula inaugural selou hoje o início de um Programa de Capacitação de 600 Catadores de Materiais Recicláveis, que antes atuavam no Lixão e agora fazem parte das Cooperativas de Reciclagem. Eles estão cadastrados em 8 cooperativas que têm contratos com o SLU e que atuam próximas das áreas de depósitos.

“Serão treinados na Fábrica Social em cursos de 160 horas que terão duração até 2019. Os alunos receberão conteúdos teóricos e vivência capacitando-os para gerir os próprios negócios, a organização de renda e a relação interpessoal para melhorar a comunicação externa e a convivência entre eles nos galpões, comentou Kátia Campos, presidente do SLU.

” Um outro galpão para triagem de resíduos sólidos está em fase de conclusão das obras e em breve será equipado para abrigar os catadores. Outras cooperativas estão em fase de contratação para coleta seletiva e triagem para viabilizar o Centro de Comercialização, anunciou hoje(4/5) o governador Rodrigo Rollemberg.

 

Esses cursos de capacitação profissional permitirão maior produtividade e renda”. E anunciou: “estou publicando hoje a portaria que regulamenta a bolsa no valor de R$ 300,00 para os Agentes de Cidadania Ambiental. É destinada aos que frequentarem o curso para a capacitação de vocês para, além dos benefícios, tenham a qualificação pessoal, de cada um, de cada uma”, concluiu o governador.

 

Hoje também foi assinado com o SENAI, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial e a Sedestmidh um contrato de um ano para a execução de cursos voltados a 450 alunos em cooperativismo e associativismo e outros 450 para as áreas de indústria têxtil, vestuário e confecção de materiais esportivos.

 

Cleonice Bezerra de Magalhães, moradora de Sobradinho, faz o curso de costura reta e com o aproveitamento de tecidos dedica-se à oficinas de artesanato. Um dos cursos que será ministrado pelo Senai.
“Para mim esta é uma oportunidade ímpar. Pego 4 ônibus, me emociono até a falar pelas dificuldades, porém, pela oportunidade que tive é um orgulho fazer este curso”. São essas oportunidades que a Sedestmidh espera que sejam estendidas à mais pessoas, segundo Ilda Peliz, secretária a quem está ligada a Fábrica Social.

 

“Temos nos empenhado ao máximo para que os nossos catadores sejam microempresários e quem está dentro de uma cooperativa está dentro dessa linha de microempreededorismo, por isso que o governador tem essa preocupação em oferecer essa capacitação, conhecimento para dar asas para que vocês voem mais alto”, concluiu Ilda Peliz.

Por: Claudia Miani