Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/07/16 às 19h03 - Atualizado em 29/10/18 às 12h07

Campanha Quem tem PÕE. Quem não tem PEGA inspira brasilienses para a montagem de cabides solidários

COMPARTILHAR

O sucesso da campanha Quem tem PÕE. Quem não tem PEGA inspirou grupos e cidadãos brasilienses, que mostraram interesse em montar cabides solidários em regiões administrativas. Na primeira semana da ação, a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh) recebeu quatro pedidos de instruções para o lançamento de estruturas para compartilhamento de itens de uso pessoal.

Os órgãos públicos do Governo de Brasília multiplicaram a campanha por meio da divulgação e alimentação dos pontos de campanha. A Agência de Fiscalização (Agefis), parceira da iniciativa, doou mil peças, entre bolsas e roupas, que foram colocados em alguns dos 18 pontos de campanha espalhados pelo Distrito Federal.

Para incrementar a ação, a Sedestmidh disponibilizou 50 bolsas com kits higiênicos femininos. A Quem tem PÕE. Quem não tem PEGA também é sucesso entre os internautas. Quase 8 mil usuários de uma rede social visualizaram a divulgação as ações na rede.

Campanha

A campanha, lançada no dia 7 de julho, tem por objetivo mobilizar a comunidade para a doação de roupas e agasalhos de forma direta, sem intermediação de instituições ou grupos. A troca das peças é feita por meio de cabides solidários em locais públicos em que a população pode colocar e recolher as peças livremente.

A ação também quer estimular a participação cidadã na atenção de pessoas em situação de vulnerabilidade e promover o desapego a bens de consumo.  

Pontos:

  • Taguatinga Norte: QNF 24, A/E nº 2, Módulo A – Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP)
  • Box da Torre – perto do box da Saúde Mental
  • SIA Trecho 10, na Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF) – Centro de Referência em Agroecologia e Tecnologias Sociais (Crats)
  • Asa Sul: estação de metrô da 112 Sul – Central de Atendimento em Direitos Humanos e Setor Comercial Sul, Quadra 6, Lote 10/11 – Agência do Trabalhador
  • Taguatinga Sul: Área Especial nº 9-D Sul – Unidade de Acolhimento para Mulheres (Unam)

Centros de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) e Centros de Referência de Assistência Social (Cras):

  • Estrutural: Área Especial 9, Setor Central Estrutural (no Centro Comunitário da Estrutural)
  • Guará: EQ 15/26, Área Comunal 1
  • Plano Piloto: Setor de Grandes Áreas Sul, L2 Sul, Quadras 614/615, Lote 104
  • Riacho Fundo I: QS 12, AE Lote F
  • Sobradinho: Quadra 6, Área Especial nº 3 (rua do ginásio de esportes)
  • Varjão: Quadra 7, conjunto D, Lote 1A
  • Samambaia: Quadra 408, Conjunto 1, Casa 1 (próximo ao BRB)
  • Samambaia Sul: QN 317, AE 2

Centros de Convivência:

  • Brazlândia: Área Especial 1 Norte, Lotes M/N
  • Gama: E/Q 8/10, Área Especial, Setor Leste; A/E, Entrequadra 13/17, Setor Oeste; A/E, Entrequadra 5/11 – Setor Sul (próximo ao 9º Batalhão da PM e em frente ao Quartel da Força Nacional)
  • Santa Maria: Entrequadras 209/309, Área Especial B, Santa Maria Sul

Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam):

  • Ceilândia: QNM 2, Conjunto F, Lotes 1 a 3, Ceilândia Centro, ao lado da Caixa d’Água
  • Planaltina: Jardim Roriz, Área Especial, Entre quadras 1 e 2, Centro

Restaurantes Comunitários:

  • Planaltina: Setor Recreativo e Cultural, Módulo Esportivo, Via WL 1-A/NS
  • Paranoá: Feira Livre, Quadra 2, Lote A, Área Especial