Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/11/19 às 20h36 - Atualizado em 9/11/19 às 20h36

Alimento saudável chega à mesa de quem necessita

COMPARTILHAR

GDF lança programa Cesta Verde e investe R$ 2,3 milhões para reforçar a segurança alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade

 

 

O Governo do Distrito Federal (GDF) vai levar alimentos saudáveis e de qualidade aos lares de quem precisa. Lançado neste sábado (9), em Planaltina, o programa Cesta Verde prevê o fornecimento de cestas de frutas, verduras e legumes para complementar a alimentação de famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional, ou seja, incapazes de prover alimentação em quantidade suficiente para a própria subsistência.

 

“Este programa dá mais dignidade às famílias, melhora a qualidade da alimentação da população e incentiva a produção de quem mora na área rural”, apontou o governador Ibaneis Rocha durante o lançamento do programa. Na ocasião, famílias receberam das mãos do governador uma unidade simbólica da cesta verde.

 

A cesta verde vai ser entregue juntamente à cesta seca, composta por arroz, feijão, café e outros itens.

 

É importante destacar que as frutas, verduras e legumes são produzidos por agricultores familiares rurais e urbanos do DF.

 

Mensalmente, até oito mil cestas vão ser entregues ao custo de R$ 24,50 cada unidade para o governo. Em um ano, o investimento em 96 mil cestas vai chegar a R$ 2,3 milhões.

 

O contrato do programa é fruto de um chamamento público feito pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri) para produtos vindos da agricultura familiar, bem como povos e comunidades tradicionais e beneficiários da reforma agrária do DF e do entorno.

 

Os alimentos são adquiridos por meio do Programa de Aquisição da Produção da Agricultura do Distrito Federal (Papa-DF). O programa tem como um dos fundamentos incentivar a aquisição direta de produtos provenientes da agricultura familiar, além de diminuir a insegurança alimentar e nutricional da população.

 

“Em princípio, [o Cesta Verde] seria para públicos específicos, como idosos e pessoas com deficiência”, informa o secretário de Desenvolvimento Social, Ricardo Guterres. “No entanto, por sugestão da secretaria [ de Desenvolvimento Social (Sedes) ] e determinação do governador [Ibaneis Rocha], elas serão entregues a todas as famílias que receberem a cesta seca. Ao fomentar a produção de alimentos locais, indiretamente estaremos também contribuindo para o aquecimento da economia no Distrito Federal. ”

 

Com informações da Agência Brasília