Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/05/19 às 16h32 - Atualizado em 23/05/19 às 13h43

Agendamento para preenchimento do Cadastro Único fica mais moderno

COMPARTILHAR

A Secretaria de Desenvolvimento Social disponibiliza, a partir desta segunda-feira (13), mais uma possibilidade para as pessoas que precisam acessar o serviço

 

Foto: Marcos Soares/SEDES

 

A partir desta segunda-feira (13) o cidadão que precisa preencher o Cadastro Único pode agendar o procedimento pelo site da Secretaria de Desenvolvimento Social. A ferramenta online chega para complementar o serviço já oferecido pelo telefone 156. Pelo computador, tablet ou até mesmo pelo celular é possível realizar o procedimento.

 

“Estamos em um processo de modernização do atendimento e dos serviços ofertados pela secretaria”, destaca o secretário Eduardo Zaratz. “É uma determinação do governador Ibaneis Rocha que o acesso do cidadão a seus direitos seja cada vez mais facilitado”, complementa.

 

No momento do acesso à plataforma, o representante da família precisa informar os dados pessoais, como nome, endereço entre outros. De acordo com a disponibilidade de vagas, será encaminhado com data e hora para um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) em seu território.

 

No dia do agendamento, é fundamental portar CPF ou titulo de eleitor e documento de identificação com foto (RG, carteira de trabalho ou CNH); e algum documento de identificação dos demais membros da família (RG, certidão de nascimento, certidão de casamento, carteira de trabalho ou CNH). Não é obrigatório, mas, ajuda muito, levar comprovante de residência e matrícula escolar das crianças e adolescentes até 17 anos.

 

O Agendamento CadÚnico se destina a quem quer preencher o CadÚnico para pleitear os benefícios e serviços da assistência social no DF, tais como Bolsa Família e DF Sem Miséria, entre outros. Além disso, é voltado para atualização de dados daquelas famílias beneficiárias dos programas assistenciais, entre eles, o Benefício de Prestação Continuada (BPC); bem como aquelas inclusas no processo de Averiguação e Revisão Cadastral – 2019 (o chamamento é feito via correspondência pelo Ministério da Cidadania ou vem descrito no extrato bancário da pessoa).

 

Outro objetivo da plataforma é diminuir a demanda  do telefone 156 que recebeu de fevereiro do ano passado a janeiro deste anos 22.153 ligações.

 

Ádamo Araujo