Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/08/17 às 17h17 - Atualizado em 29/10/18 às 12h07

Casa Azul e Sedestmidh oferecerão atividades esportivas e culturais para crianças e adolescentes

COMPARTILHAR
Nesta quinta-feira, 24, a Fundação Banco do Brasil, a Casa Azul Felipe Augusto, a Federação Nacional das AABBs (FENABB) e a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) lançaram o programa AABB Comunidade Casa Azul Brasília. A Casa Azul é uma instituição parceira da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Social do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (#Sedestmidh) e promove o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para mais de 1.400 crianças e jovens na cidade.
 
Por meio desta parceria, a Casa Azul e a Sedestmidh atenderão 150 crianças e adolescentes, de famílias de baixa renda, com idades entre 6 e 18 anos incompletos de São Sebastião e da Vila Telebrasília.  Nos turnos diferentes do horário escolar, os estudantes serão atendidos com atividades socioeducativas, culturais, artísticas, esportivas e de saúde. Os educandos foram selecionados pelo CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, que atendem os quesitos de vulnerabilidade, risco social e portadores de necessidades especiais. O CRAS é uma unidade da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Social da Sedestmidh.
 
Serão oferecidas atividades como aulas de natação, futsal e ginástica rítmica, percussão, orquestra e flauta, hip-hop e balé, informática, noções de administração, literatura e formação cidadã. O projeto conta, ainda, com equipe multidisciplinar composta por pedagogos, assistentes sociais, psicólogos e educadores. Os participantes também terão reforço alimentar, acompanhamento médico-odontológico e transporte.
 
O secretário da Sedestmidh, Gutemberg Gomes, afirmou que estamos efetivando parcerias e consolidando as políticas públicas necessárias na área social no DF. “Nessa parceria com a Casa Azul atendemos 1450 crianças. Só vamos conseguir atender todas as demandas da sociedade trabalhando em rede”, afirmou. 
 
Marlene Azevedo, secretária adjunta de Desenvolvimento Social, responsável pela execução do Serviço de Convivência no DF, ressaltou a importância da parceria, que oportuniza o atendimento de dois territórios onde não havia oferta suficiente de serviços de convivência e fortalecimento de vínculos para as crianças e adolescentes.
 
A presidente da Casa Azul, Daisy Campelo, explicou que a Casa antes atuava apenas nos territórios de Samambaia e Riacho Fundo II. “Estamos expandido o alcance dos nosso serviços graças às parcerias com a Sedestmidh  e outras entidades”,  completou.
 
Por Camila Piacesi com informações da Ascom da Associação Atlética Banco do Brasil