Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/09/15 às 12h46 - Atualizado em 29/10/18 às 11h44

A atuação da Sedhs na assistência social do DF

COMPARTILHAR

O serviço da Sedhs é integrado para servir ao cidadão em um todo

Brasília (08/9/2015) – A Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs) oferece diversos equipamentos para atender às pessoas em situação de vulnerabilidade. Dentre eles, cestas emergenciais, benefícios eventuais e excepcionais na forma de bens, serviços e pecúnia, unidades de acolhimento provisório, entre outros.

Pessoa em situação de vulnerabilidade social é aquela que vive em situação de pobreza ou extrema pobreza, com ausência ou baixa renda e com dificuldade de acesso aos serviços públicos. O objetivo da Assistência Social é prevenir e combater situações de violação de direitos, rompimento de vínculos familiares e comunitários e auxiliar no processo de saída das ruas.

O Trabalho da Sedhs está ligado a várias outras frentes. É um serviço integrado, para servir ao cidadão em um todo, integralmente. Atuações intersetoriais com a Defesa Civil, Agefis, Ibram, SLU, Administrações Regionais, Secretarias (Saúde, Educação, Políticas para Mulher, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Criança e Juventude, Cultura, entre outras) são realizadas periodicamente, a fim de oferecer ao cidadão o suporte necessário em situações vulneráveis, como o incêndio que ocorreu na última quinta-feira (03/9), no Setor de Chácaras Santa Luzia, na Cidade Estrutural.

O incêndio atingiu dez barracos e se alastrou rapidamente, pois as construções no local são de madeira. O Setor de Chácaras Santa Luzia é uma invasão, não regularizada, com 1.400 famílias e 3.800 pessoas. É uma área de proteção ambiental, um cinturão que faz parte do Parque Nacional de Brasília. Não há possibilidade de regularização.

Felizmente, o incêndio foi controlado e ninguém ficou ferido. Esta população específica está em situação de vulnerabilidade extrema. Nestes casos, em que há ocupação de áreas públicas, irregularmente, a Sedhs visita os locais, com antecedência, para oferecer os equipamentos e os suportes necessários.

Visitas e entrevistas para levantamento socioeconômico das famílias são feitas pela equipe de abordagem do Unisuas (Unidade do Serviço de Assistência Social) em conjunto com os especialistas dos Cras e/ou Creas. Além do levantamento, já é realizada a oferta dos serviços de acolhimento institucional, das cestas emergenciais, entre outros. Assim ocorreu no setor Santa Luzia.

Qualquer cidadão e/ou família em situação de vulnerabilidade pode acessar os serviços e equipamentos da Sedhs. Basta procurar o Cras de sua região que receberá encaminhamento necessário para suas demandas.